Pontos de ônibus com teto verde? Salvador tem!

Quando vemos uma notícia muito bacana, logo pensamos em compartilhar com vocês! Desta vez não é nenhuma dica de jardinagem, mas sim de uma iniciativa que se dependesse da gente poderia ser espalhar por mais cidades! Quer saber do que se trata? Vem ver!
A iniciativa sustentável da qual estamos falando neste post é de transformar os tetos dos pontos (também chamados de paradas) de ônibus de Salvador em um espaço verde. O que antes era inutilizado, agora vai ganhar mais vida e principalmente mais verde. Este modelo de projeto já existe e é tendência em algumas cidades de países como Estados Unidos, Inglaterra, Holanda, França e Colômbia.
O projeto chamado Ponto Verde, da Secretaria Municipal Cidade Sustentável, tem como objetivo transformar a espera pelo transporte mais confortável. Até porque na capital baiana as altas temperaturas não perdoam, principalmente no verão. 
Com grama, plantas ornamentais e flores da espécie Alamanda (Allamanda cathartica), foi inaugurado o primeiro ponto de ônibus sustentável de Salvador no último dia 26 de janeiro, na rua Arthur de Azevedo Machado, no bairro do Stiep. A expectativa é que a ideia seja levada para outros bairros, após avaliação dos resultados deste primeiro ponto de ônibus sustentável. 
Além de deixar a espera pelo ônibus mais refrescante, contribui para o meio ambiente, ameniza os efeitos dos gases emitidos pelo transporte coletivo e até aumenta a biodiversidade local, já que atrai pássaros, borboletas e muitas outras espécies! Bacana, né? 
Um fato curioso e muito importante é que estudos da Universidade de São Paulo (USP) já verificaram que a temperatura no topo dos edifícios com jardim suspenso (nos moldes do teto verde do Ponto Verde) ficou até 5,3 graus Celsius (°C) mais baixa. Também houve ganho de 15,7% em relação à umidade relativa do ar. 
Você curtiu essa ideia? Compartilhe conosco se você conhece outros projetos semelhantes!
Fonte: Hypeness
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *