Plantas morrendo? Descubra no que você pode estar errando!

Recebemos sempre muitas perguntas na nossa página
no Facebook, de pessoas que questionam porque suas plantas estão morrendo. Por
isso resolvemos fazer um post especial, que reúne vários motivos que podem explicar o que está
acontecendo com sua plantinha. Confira:

 

1.Você rega no horário mais quente do dia

Quando você faz isso causa um choque térmico
na planta. Por isso, o melhor horário para rega- lá é pela manhã ou no fim de
tarde, quando o sol está mais ameno.

2. Você não aduba a terra com frequência

Repor os nutrientes da terra é essencial para
o desenvolvimento das plantas. A época ideal para adubar é entre
primavera e
o verão.


3. Você
deixa lesmas e caramujos entre as plantas
Estas pragas e outras doenças aparecem geralmente no
inverno, principalmente em regiões de umidade intensa. Use soluções caseiras ou
naturais que são menos agressivos à planta.


4.
Você não considera a época do ano na frequência de regas.
No inverno, como a evaporação da água na terra é menor, a
quantidade de regas deve ser reduzida. Já no verão é o contrário. Para saber se
a terra está seca, 
coloque o dedo.  

5. Você não realiza as podas necessárias

Galhos
quebrados ou doentes devem ser retirados para dar vigor e melhorar o acesso de
luz e ar à copa da planta. Folhas e flores secas também devem ser retiradas,
pois propiciam o surgimento de fungos.

 

6. Você deixa que animais de estimação façam
buracos na grama e mastiguem as folhas

Quem tem pets em casa deve redobrar os
cuidados com o jardim, já que o pisoteio dos animais pode ser prejudicial à
grama.  Uma espécie que resiste bem é a
grama-amendoim.

7. Você não presta atenção na saúde das folhas
nem na presença de formigas 

Para combater
as pragas de jardim é importante que você saiba reconhece-las, já que além de causar estragos nas folhas e caules, elas favorecem o
surgimento de doenças.

 

8. Você prefere regar as plantas demais a
regar de menos. 
As plantas têm muito mais defesas contra a falta de água
do que contra o excesso. Por isso não exagere, pois o água em demasia dificulta
a oxigenação das raízes, apodrecendo-as.

 


9. Você não protege as plantas do vento.
Se o jardim está sujeito a ventos fortes, evite espécies
com folhas largas e compridas, pois elas rasgam facilmente. Prefira as 
mais resistentes, como
viburno, agave, cica, dracena, clúsia, orquídea-bambu, bálsamo, cróton,
mussaenda, vinca, lavanda e zamioculca.

 


10. Em sua horta, você mistura várias
espécies no mesmo vaso. 

O ideal é
plantar uma espécie em cada vaso.

 

E se nenhum dos itens desta lista se encaixa
no seu problema deixe sua dúvida na nossa página de perguntas aqui do site.
Vamos adorar lhe ajudar!

 

Fonte: Casa e Jardim

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *