Ginkgo biloba: conheça tudo sobre essa antiga árvore

Ginkgo biloba: conheça tudo sobre essa antiga árvore

Já ouviu falar sobre uma árvore chamada ginkgo biloba? Por mais que o nome seja bem diferente, essa é uma das plantas mais antigas que se tem relato no mundo inteiro. Além disso, o extrato das suas folhas pode gerar um poderoso aliado para a saúde, com diversos benefícios para o corpo humano. Conheça mais dessa espécie!

Origem

Sim, a ginkgo biloba é muito mais antiga do que você pensa! Ela é uma árvore ancestral, que tem suas origens lá na China. Os primeiros relatos dela como uso medicamentoso são do ano de 2.600 a.C. Ela é uma espécie muito presente de forma ornamental nas cidades, devido a sua resistência à poluição e a outros agentes que agridem o meio ambiente.

Detalhes da planta

Também conhecida como nogueira-do-japão ou árvore-avenca, essa espécie pode atingir 35 m de altura. Ela se destaca pelas folhas verdes, que possuem um formato que lembra um leque ou duas asas de um inseto e ficam amarelas no outono. Outro detalhe histórico é que as árvores dessa espécie sobreviveram à explosão da bomba atômica lançada na cidade de Hiroshima, no ano de 1945, no Japão.

Mas esses não são os únicos detalhes incríveis que essa planta possui: a ginkgo biloba pode viver por vários séculos. O seu segredo é a produção de substâncias químicas que a protegem de diversos fatores que podem afetar sua saúde, como secas e doenças. O único “problema”, é que suas sementes amarelas, quando maduras, soltam um péssimo odor.

Uso medicinal

O uso medicinal da ginkgo biloba é extremamente antigo. Ela é uma poderosa forma de tratar problemas de insuficiência cerebrovascular, como vertigens, dores de cabeça e perda de memória. É, ainda, boa para a circulação sanguínea.

É importante reforçar que o consumo da planta deve ser recomendado por um médico, para evitar efeitos colaterais adversos. Então, nada de sair fazendo um chá de ginkgo biloba ou ingerindo comprimidos da planta sem nenhuma orientação, ok?

Gostou de conhecer mais sobre esta espécie? Não deixe de seguir as redes do Jardim das Ideias STIHL para conhecer tudo sobre o mundo das plantas e da jardinagem:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *