Conheça o cacto Mammillaria bombycina

Os cactos estão entre os queridinhos do momento. Se você prestar atenção, vai ver que estão por toda a parte: em estampas de roupas, objetos de decoração, ambientes internos e muito mais. 
Não é à toa que esta planta está se destacando. Por ser prática e não dar muito trabalho, ela combina perfeitamente com a correria do dia a dia.  
Uma espécie popular entre os colecionadores é o cacto Mammillaria bombycina, originada do México. Ela se caracteriza pelos caules cilíndricos que agrupados formam bolinhas. Suas hastes são unidas e não possuem folhas. Apresenta dezenas de espinhos e pelos, e na primavera em seu topo nascem pequenas flores de cor rosa, branca ou carmim. 
A Mammillaria bombycina é uma ótima escolha para locais inclinados e com pouca disponibilidade de água. Vasos e jardineiras também aceitam essa espécie, que auxilia na decoração de ambientes internos bem iluminados! Confira alguns cuidados.

Luminosidade:
– A espécie deve ser cultivada sob o sol pleno, meia sombra ou luz difusa. 
Solo:
– Deve ser bem drenado. Se possível, faça uma combinação de areia e cascalho fino.
Regas:
– Suspenda as regas no inverno. O excesso delas ou a deficiência na drenagem pode provocar apodrecimento das raízes e caules. Regue quando você observar o solo muito seco. 
Temperaturas:
– A planta é tolerante a temperaturas acima de 4°C e não resiste à neve ou geadas.
Multiplicação: 
– Multiplica-se facilmente por sementes ou por separação dos novos ramos formados no entorno da planta. 
Controle de pragas: 
– A principal ameaça para essa espécie é o ácaro vermelho. Para evitar o parasita o cacto precisa ser limpo com uma escova molhada em solução de álcool. É recomendado aktellik (solução a 0,15%). 
Os cactos são ótimos para criar ambientes, minijardins, terrários, e por aí vai! Procure espécies em floriculturas na sua região e não tenha medo de inovar. Compartilhe com seus amigos e fique de olho no blog. Até a próxima.  
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *