Como deixar a terra fértil: dicas práticas

Como deixar a terra fértil: dicas práticas

Uma grande dificuldade de quem deseja iniciar um jardim em casa é a hora de escolher a terra. Afinal, não é em qualquer tipo de solo que as plantas se desenvolvem. No entanto, talvez você não saiba, mas é possível transformar um solo infértil em uma terra totalmente renovada e pronta para ser usada. E agora você vai descobrir cada detalhe para fazer o mesmo em casa.

Duas formas de deixar o solo fértil

De modo geral, há duas possiblidades para transformar o solo e deixá-lo fértil: artificialmente ou organicamente.

De forma orgânica, é possível fazer o processo através de ingredientes caseiros, como casca de ovos triturada, borra de café sem açúcar, casca de banana e outras derivações de alimentos limpos. Isso nada mais é do que uma boa adubação, que repõe os nutrientes da terra e deixa ela pronta para um plantio saudável.

Já na forma artificial não é necessário realizar o mesmo processo, pois o adubo vem preparado industrialmente com as características necessárias para servir na plantação. É importante ver a composição dos adubos e aplica-los sempre na terra, nunca diretamente nas plantas.

Após a escolha do local e dos preparos necessários com a terra, é a hora de escolher as plantinhas para cultivar. Aqui vão 10 dicas de espécies que se adequarão bem ao ambiente interno ou externo da sua casa.

Ambiente externo
Agave (Agave angustifólia) – Árvore do Viajante (Ravenala madagascariensis) – Buxinho (Buxus sempervirens) – Cica (Cyca circinalis) – Espada-de-São-Jorge (Sansevieria trifasciata) – Hera (Hedera canariensis) – Cactos (Cactaceae) – Dasilírio (Darsylirion acrotrichum) – Agave Dragão (Agave attenuatta) – Rosa do Deserto (Adenium obesum)

Ambiente interno
Bambu-mossô (Phyllostachys edulis) – Bromélia (Bromeliaceae) – Chamaedorea (Chamaedorea) – Echeveria (Echeveria) – Filodendro (Philodendron) – Gipsófila (Gypsophila) – Jade (Crassula ovata) – Jiboia (Epipremnum pinnatum) – Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata) – Orquídea (Orchidaceae)

Este artigo ajudou você? Esperamos que sim! Não deixe de compartilhar com seus amigos. Se tiver alguma sugestão de assunto que gostaria de ver por aqui, deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *