Qual a época certa para podar?

Qual a época certa para podar?

Para cada espécie de planta existe uma ou mais épocas para poda. O clima, o tipo de solo, as características da planta e o objetivo do cultivo também devem ser levados em conta para determinar a época de poda. Dependendo da região e dos costumes, há épocas tradicionais de poda e vamos comentar sobre cada uma delas:

Meses sem “R”

Você já deve ter ouvido falar que as plantas devem ser podadas nos meses sem “r”, ou seja, de maio a agosto. E sim, a informação está correta. Em locais onde há inverno com baixas temperaturas, nesses meses as plantas estão em repouso vegetativo ou dormência, e por isso a poda estimula o novo crescimento. Em meados de setembro, quando inicia a primavera, os dias passam a ter temperaturas mais altas e com maior duração de horas de luz, o que promove mais fotossíntese para as plantas. As espécies de jardim são as que mais combinam com a prática. Roseiras, hortênsias, jasmins e trepadeiras em geral, hibiscos e outros arbustos herbáceos e semi-lenhosos

Logo após a colheita

Para espécies frutíferas em geral, a poda após a colheita é fundamental para promover a limpeza da planta, eliminando galhos doentes e frutos ainda rentes ao pé, ou mesmo os caídos pelo chão. Esta é uma prática cultural que promove um pomar mais limpo e livre de fonte de doenças e insetos contaminantes para o próximo ciclo.

Durante o inverno – poda seca

Para espécies que entram em dormência ou repouso vegetativo, como as frutíferas caducifólias, que perdem as folhas no outono (videira, pereira, macieira, pessegueiro, ameixeira, entre outras), é feita a poda seca, renovando a arquitetura da planta, aliada à poda de produção. Os galhos devem ser cortados com tesoura de poda, extremamente limpa e afiada, para promover melhor cicatrização do corte e assim evitar a entrada de doenças pela área exposta. Vale lembrar que nessa época, por causa da alta umidade do ar, o clima é favorável ao desenvolvimento de fungos e doenças de plantas. Após a poda, a planta inicia a nova emissão de galhos e brotações, renovando a folhagem e copa. Essa poda não pode ser feita quando a planta já iniciou a floração. Neste caso, aguardar até o próximo outono/inverno.

Logo após a quebra da dormência e brotação – poda verde

Outra prática de poda é o manejo da copa ainda durante a fase vegetativa, quando a planta está formando nova folhagem. Eliminam-se os galhos malformados ou doentes. Assim, pode-se estimar a carga produtiva de cada espécie, considerando o número de gemas formados e galhos por planta. Essa poda também é chamada de poda de verão e complementa a poda de outono, pois é feito um ajuste fino dos galhos e brotações. Consulte as indicações técnicas de cada espécie para melhores rendimentos em pomares comerciais.

Durante o ano todo, exceto na lua cheia

Das quatro fases da lua a cada ciclo, os 7 dias de lua cheia são os que mais promovem a força da planta, com a seiva nas partes externas da planta (galhos, ramos e folhas). Quando fazemos um corte na planta durante esta fase da lua, a planta perde muita seiva e pode ficar fraca ou até morrer após a poda. Por isso, devemos evitar podar na lua cheia.

Quer aprender mais sobre podas?

Inscreva-se no Pró-Jardim STIHL, curso online e gratuito da STIHL. Acesse aqui. Acesse também o canal da STIHL no YouTube e acompanhe a série de vídeos sobre podas urbanas com o especialista Sydney Brasil.

Um comentário
    1. Concordamos com você, Edson! Agradecemos pelo seu comentário. Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *