Pentas lanceolata

Se gostar de borboletas, e o jardim for localizado em regiões de cerrado, como Goiás ou Minas Gerais ou, até, no sertão baiano ou alagoano, onde as temperaturas são altas e a umidade é mínima; você precisa ter um canteiro com esta planta perene, que floresce quase que sem parar.

Os povos árabes inventaram um estudo baseado na geomancia, onde algumas plantas induziam a vivenciar experiências benéficas. A estrela-do-egito inspira tranqüilidade de espírito, persistência e segurança, segundo essa antiga ciência. Quiçá as borboletas transmitam tudo isso, influenciadas pela suave vibração dessas flores.

Confira a ficha completa na Biblioteca de Espécies.

Autor: Raul Cânovas

Nome botânico: Pentas lanceolata.
Nomes comuns: Estrela-do-egito, Flor-do-egito, Pentas, Show-de-estrelas, Cacho-de-estrelas, Silena.
Sinônimos estrangeiros: Pentas, Star Flower, Star Cluster, Egyptian Star-cluster (em inglês).
Família: Rubiaceae
Características: planta herbácea.
Porte: 0,6 m a 1,2 m.
Fenologia: primavera, verão e outono.
Cor da flor: rosa, vermelha, azul-violeta, violeta-lilás, branca.
Cor da folhagem: verde-escura.
Origem: Egito e região nordeste da África.
Clima: subtropical (tolerante ao frio).
Luminosidade: sol pleno ou pouca sombra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *