Saiba como cultivar gérberas

Da mesma família que os
girassóis e as margaridas, as lindas gérberas pertencem a uma espécie que
encanta pela sua beleza e também pela sua grande variedade de tonalidades. São
cerca de 20 tipos de cores que vão do branco ao vermelho.

A gérbera é uma planta
herbácea que pode ser facilmente cultivadas em vasos, jardins, canteiros ou floreiras.
E o bom que exige poucos cuidados e se adapta bem em regiões de clima seco,
inclusive, como é rústica, tolera solos mais secos. Caso o cultivo seja
realizado em locais mais frios, deixe receber a incidência dos raios solares de
forma direta, já em lugares quente mantenha à meia sombra.

Se você é fã dessa flor está
na hora de aprender como cultivá-la e deixar seu jardim ainda mais bonito.
Preparamos algumas informações e dicas de cultivo para que você se anime. Que
tal? Confira:

De início é bom você saber que
o cultivo dessa flor deve ser realizado em local arejado com incidência de sol.
E que sua propagação é feita por sementes e deve ser feita em solo com
compostos orgânicos e boa drenagem, já que a planta não tolera encharcamento.

Hoje em dia o mais indicado é
o cultivo em vasos para evitar doenças e facilitar a nutrição da planta. A
planta pode ser mantida em vasos por dois anos. A propósito, ela pode chegar
até 40 centímetros de altura.

Quando cultivado em solo,
recomendamos que você deixe um espaçamento em torno de 0,3 a 0,4 metros. A
beleza das flores começa a surgir de um a dois meses após o plantio, que é
quando a gérbera floresce.

Com a floração é hora de
redobrar os cuidados. A rega deve ser feita de uma a duas vezes por semana. Já
para estimular o surgimento de novas brotações, faça na fase final da floração,
podas rentes ao solo. E claro não se esqueça de fazer uma limpeza retirando da
planta as folhas velhas ou mortas.

Você já está
preparado para começar o cultivo de gérberas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *