Pergunta de Simone dos Santos Costa

Nome: Simone dos Santos Costa
Cidade: Rio de Janeiro – AC
Pergunta: Oi, Raul. Tenho um pé de exacum (violeta alemã) que comprei já bem grande e florido, bem “arbustoso”, lindíssimo. Em casa, transplantei para um vaso de barro e as flores foram secando aos poucos, mesmo os botões por abrir. Achei que era por bater sol num período do dia (justo o sol mais forte) e cuidei para que isso não acontecesse mais. Mesmo assim ela não aparentou melhora, pelo contrário. Agora, as pontas estão todas murchas, e as folhas, antes “suculentas” estão com aspecto ressecado, murcho e sem brilho. Ela fica na minha varanda onde recebe luz indireta em abundância. Está em vaso de barro e rego todos os dias (imaginando que ela está seca, pois esse é o seu aspecto, e porque sei que vasos de barro sugam água). Troquei-a para um vaso mais largo e menos profundo, também de barro, mas ela ainda não aparentou nenhuma melhora. Já tive da exacum alguns anos atrás e ela durou muito, então achei que nas mesmas condições e com os mesmo cuidados eu não teria problemas com a nova. Será que o problema é o vaso de barro? Não sei mais o que fazer… Me ajude a salvar minha pantinha, por favor. Grata, Simone.



Resposta:

Oi Simone,

 

Acho que você não é responsável pela tristeza do Exacum. Isto pode ter acontecido por um excesso de fertilizante aplicado pelo produtor da muda. Proceda do seguinte modo:

 

Corte (preferentemente com lâmina de barbear ou canivete muito bem amolado) as pontas dos ramos, suprimindo de 4 a 8 cm de cada um;
Aplique Absolut´s, www.agroplanta.com.br; um fertilizante foliar a base de materiais orgânicos. A absorção pelas folhas é extremamente rápida e auxilia a recuperação pelos danos ocorridos com quantidades exageradas de fertilizantes.

 

Sua plantinha vai ficar boa!

 

Abraços,

Data da pergunta: 13/10/2011 9:03:49

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *