O que você precisa saber sobre análise de solo

O que você precisa saber sobre análise de solo

Vai começar a fazer um novo jardim? Sempre que possível, o solo deve ser analisado para verificar a real necessidade de adubação ou correção do pH. Confira algumas dicas importantes sobre o assunto.

• A amostragem pode ser feita com o uso de perfuradores de solo, trados caladores ou com pás de corte, coletando amostra na camada de 0 a 20 cm de solo de local que represente a área a ser cultivada. Caso seja uma área com diferentes tipos de declive ou drenagem, deve-se coletar uma amostra para cada sublocal.

• Para plantios de árvores de grande porte, deve ser amostrada a camada de 20 a 40 cm. Cada amostra precisa ter pelo menos 500 gramas e deve ser encaminhada a um laboratório de análise de solo.

• O valor da análise varia conforme a região do Brasil. É possível pedir a análise física, química e biológica, dependendo do laboratório.

• Com o laudo da análise em mãos, um profissional habilitado (técnico agrícola ou engenheiro agrônomo) irá calcular a necessidade de adubação e de calagem, para corrigir o pH do solo, quando necessário.

• O uso excessivo de calcário pode elevar o pH do solo, indisponibilizando os micronutrientes. Por isso recomenda-se aplicar a cada 5 anos, em média, pois é o tempo que o calcário reage no solo.

A análise do solo deve ser feita a cada dois anos, para verificar os níveis dos nutrientes disponíveis às plantas e então realizar a adubação somente quando necessário, evitando o desperdício de nutrientes e recursos.

Quer saber mais sobre jardinagem? Inscreva-se no curso Pró-Jardim STIHL, que é 100% online e gratuito. Saiba mais aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *