O que podemos fazer para cuidar do meio ambiente?

O que podemos fazer para cuidar do meio ambiente?

Mostrar o lado humano das questões ambientais, estimular e capacitar as pessoas a se tornarem agentes ativos do desenvolvimento sustentável, promovendo a compreensão de que é fundamental que todos revejam suas atitudes em relação às fontes e uso de recursos naturais, bem como descarte de resíduos e emissões gerados: esses são os principais objetivos do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado anualmente no dia 5 de junho.

Essa data também reforça que cada um de nós pode fazer a diferença. Confira as dicas elaboradas pela ambientalista e Presidente da Fundação Gaia, Lara Lutzenberger e veja algumas mudanças que você pode ter no seu dia a dia e que podem contribuir para um meio ambiente mais saudável.

Diminua o consumo de plástico

Reuse, sempre que possível, suas sacolas, principalmente no supermercado (que tal transformá-las em cachepots? Veja essa dica). Evite embalagens desnecessárias, especialmente as plásticas. Priorize tecidos naturais de algodão e linho e evite polyester, que libera micropartículas sintéticas invisíveis e altamente contaminantes. Através de pequenas alterações no seu cotidiano já é possível fazer a diferença.

Plante seus próprios alimentos e priorize a compra de produtos oriundos da agricultura familiar orgânica e local

Árvores frutíferas, chás, temperos. Ao ter uma horta em casa você diversifica a sua dieta e ainda tem acesso a alimentos frescos e livres de agrotóxicos. Ao comprar de agricultores regionais comprometidos com a preservação ambiental, você lhes apoia, preserva a riqueza e encanto das paisagens e diminui o impacto da refrigeração, armazenamento e deslocamentos no trajeto do campo à mesa.

Tenha plantas em casa

As plantas ajudam a reduzir a poluição do ar, trazem frescor e renovam o meio ambiente. Um jardim, mesmo que sob a forma de vasos, traz vida e energia pulsante na sua profusão de folhas, flores, aromas e cores.

Aproveite restos de lixo orgânico

Com as sobras do jardim é possível fazer o seu próprio adubo. Além disso, dimensione suas compras adequadamente, seja criativo e aproveite ao máximo seus alimentos, descartando o mínimo possível. Composte e utilize o conjunto de suas sobras orgânicas como adubo para horta ou canteiro. Se não, descarte o material orgânico adequadamente, separado do lixo seco. Assim você reaproveita nutrientes, facilita a reciclagem dos materiais industriais e evita a geração de lixo.


Foto: Paulo Backes

Faça regas sustentáveis

A água é fonte primordial e essencial de vida. Reserve a água não utilizada em sua casa ou colete a da chuva. Esta pode ser utilizada para molhar as flores e o jardim e para lavar o quintal ou a calçada. Importante: evite regar as plantas em horário de pico do sol ou quando estiver ventando muito para não desperdiçar água.

Reduza o uso do carro

Planeje seus deslocamentos de forma a rodar menos de carro. Reúna na mesma data compromissos próximos, organize caronas, ande mais de bicicleta e até mesmo a pé.

Participe de mobilizações pela preservação ambiental

Há um número crescente de iniciativas populares com postagens, abaixo-assinados e campanhas de doações direcionados à preservação ambiental e para o enfrentamento das alterações climáticas em curso. Vale a pena se informar a respeito.

Faça vivências na natureza

Visite e hospede-se em locais de amplas paisagens naturais. Lara dá uma boa dica: o Rincão Gaia, área da Fundação Gaia – Legado Lutzenberger, oferece experiências singulares de contato com a natureza. Vivências assim reconectam-nos com a essência da vida, agregando graça, clareza e qualidade às nossas trajetórias.

O homem precisa reaprender a olhar a Natureza. É possível conviver com o progresso e a produção em larga escala sem sacrificar a qualidade de vida” – José Lutzenberger

Quais são as atitudes que você toma em prol do meio ambiente? Comente!

* Esse texto é uma cocriação do Jardim das Ideias STIHL com Lara Lutzenberger, ambientalista e Presidente da Fundação Gaia – Legado de José Lutzenberger.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *