Mulching: o que é e como usar

Para praticar jardinagem,
precisamos de dedicação, mas também de informação. É preciso conhecer as
características e exigências de cada plantinha, do solo, clima e, claro, das
técnicas. Uma delas é o mulching, um tipo de cobertura morta para o solo que ajuda
a proteger a terra. Parece fácil? E é mesmo! Vem ver como usar no seu jardim
também!


Se você está
se perguntando o que é esta cobertura morta vai ficar surpreso com a resposta.
Nada mais é que qualquer palha picada, aparas de grama ou até mesmo folhas
secas trituradas. Podemos classificar o mulch em orgânico (folhas secas, lascas
de madeiras, a palha e folhas de pinheiro) e inorgânico (cascalho, pedras de
rios, pedras decorativas e vidro reciclado). Tome apenas cuidado com os restos
de mato que, se utilizados na cobertura, vão proliferar em grande
intensidade.

A diferença é
que o mulching orgânico adiciona nutrientes e libera matéria orgânica no solo,
o que melhora a qualidade da terra. Já o inorgânico, evita o apodrecimento das
raízes das plantas, que duram mais tempo. O segredo é escolher um mulch que
permita a passagem de água e de ar.

Quando este
material é colocado por cima do solo, ele acaba protegendo o solo da incidência
direta do sol, do impacto das chuvas e das ervas invasoras. A função principal
do mulching é proteger o solo, no entanto, ele também age protegendo contra a
contaminação dos solos, geadas e do sistema radicular da planta do
superaquecimento, criando um terreno fértil para as minhocas, e claro melhorando
a estética do jardim.


E agora como
usar? A nossa dica é simples: não ultrapasse de 10 cm ao redor de árvore, no
resto como acabamentos de canteiros e passagens não há restrições. 

Ficou com alguma dúvida? Escreva nos comentários pra que possamos lhe ajudar 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *