Como saber se sua horta precisa de sol

Com inverno a pleno vapor, algumas plantas podem sofrer com a falta ou a diminuição da exposição direta ao sol.  Esse problema é mais frequente nesta estação, pois o período de luz solar diária é menor, ao contrário do verão. Pra saber se sua horta ou suas plantas em vaso estão precisando de mais sol é bom ficar ligado nestes três sinais básicos:
As folhas ficam muito finas e frágeis. Isso pode ser notado através do toque ou quando as folhas estão contra a luz e podemos ver sua transparência.
Os ramos se tornam muito longos e com menor quantidade de folhas, podem até ficar curvados nesta procura frequente pelo sol.  
As ervas se tornam menos aromáticas. Os chás e os temperos perdem um pouco do seu aroma. 
Pra te ajudar fizemos uma lista com exemplos de algumas espécies e quantas horas diárias de sol (em médias) elas precisam:
Seis ou mais horas de sol: milho, tomate, feijão, ervilhas, abóbora, melão, manjericão, batatas e pepinos.
De quatro a seis horas de sol:  brócolis, repolho, couve-flor, couve, couve de Bruxelas, ervas e temperos. As plantas cuja parte comestível é a folha precisam de menos luz do que as plantas em que a parte comestível é uma flor ou fruto.
De duas a quatro horas de sol: qualquer tipo de planta cultivada por suas folhas, como acelga, alface, escarola, verduras variadas, rúcula, espinafre, chicória, salsa e mostarda. 
Duas horas ou menos de sol por dia: cultive vegetais mais resistentes à sombra como rabanetes e folha de alface (não a cabeça da alface). 
Para minimizar problemas em relação à exposição do sol tome algumas medidas simples como mudar temporariamente os vasos para locais ensolarados, e caso isso não seja possível, realize adubações a cada 40 dias, fortaleça o solo e faça uma boa poda. De resto é só cuidar bem do seu jardim com muito carinho neste inverno pra que ele chegue bem bonito na primavera!
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *