Aprenda a cultivar Romã

O sabor inconfundível do Romã é apenas uma das características marcantes
desse fruto originário da Ásia. Você sabia que o romã é cheio de benefícios
para saúde, sendo uma excelente fonte de
antioxidante, anti-virais e anti-tumorais, e vitaminas A,C e E? Bacana, né?

Então aprenda com a gente como cultivá-lo de forma bem
fácil!

 


Geralmente, as mudas são produzidas a partir de sementes e,
neste caso, os exemplares começam a produzir após um ano e meio. Já pela
propagação através de enxerto ou por enraizamento de ramos, a frutificação é mais
rápida. Confira o passo-a-passo:

 

1º Escolha frutos graúdos, bem coloridos e maduros.

2º Em seguida, extraia as sementes, lave-as em água corrente e retire a
polpa.

3º Deixe secar sobre folhas de jornal à sombra.

4º Depois de dois dias, as unidades podem ser semeadas em saquinhos ou
caixinhas de leite furadas na parte inferior e preenchidos com substrato ou
solo.

5º O transplante para solo ou vaso deve ser feito quando as mudinhas
atingirem de 30 a 50 cm, após quatro a seis meses da semeadura.

6º Para plantio definitivo no jardim, abra uma cova de 30 cm x 30 cm x
30 cm e, com a terra retirada, prepare misturas ricas em matéria orgânica.

 

Você sabia que esse fruto pode ser cultivado em qualquer época do ano?
Demais, né! Agora que você já saber como fazer, que tal umas dicas pra que a
plantação seja um sucesso? A primeira é de que esse vegetal não tolera encharcamento,
por isso não exagere nas regas diárias, e tão pouco deixe faltar, pois isso
provoca rachadura dos frutos quando atingem o estágio de início da maturação. O
mais indicado é irrigar de três a quatro vezes por semana, e no inverno, apenas
duas. Outra dica é que o romã gosta muito de luz, pelo menos de duas a quatro
horas por dia, pois a luminosidade intensa é indispensável para sua floração e
frutificação.

 


E você já tem o costume de consumir esse fruto? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *