Alguns cuidados com o fícus

Folhas brilhantes em abundância são o principal atrativo das árvores do gênero Ficus. Pequenas, elas parecem inofensivas plantinhas que irão se desenvolver e se transformar em belas árvores. E elas realmente se transformam em árvores majestosas, mas com um poder de destruição nunca imaginado pela inocente pessoa que a plantou em uma calçada, por exemplo. O popular Ficus benjamina é uma das variedades mais comuns nas cidades brasileiras e, como todos os exemplares da espécie, chega a alcançar 20 metros de alturas. Suas raízes são tão fortes e grossas que destroem sistemas subterrâneos de tubulação e encanamento, bem como danifica estruturas de prédios e calçamentos. 

Se bem administrado, o fícus vigora de maneira a não causar grandes dores de cabeça. Caso seja plantado no solo, deve-se evitar a localização do mesmo perto de construções e estruturas subterrâneas. Quando plantado em um vaso, sua manutenção é simples: poda-se seus galhos para sempre manter o tamanho desejado e troca-se de vaso, de ano em ano, para o corte das raízes maiores. Dessa forma, é possível apreciar a beleza desta árvore sem correr o risco de destruir o que há em volta.
Como vocês administram seus pés de fícus? Diga nos comentários!
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *