Tenha um sapatinho-de-judia para chamar de seu!

Tenha um sapatinho-de-judia para chamar de seu!

Pertencente à família Acantaceae, a Thunbergia mysorensis, popularmente chamada de sapatinho-de-judia, é espécie trepadeira que tem como principais características as suas delicadas flores amarelas e acobreadas. Originária da Índia, na Ásia, esta planta é persistente e pode embelezar os jardins mesmo durante o verão.

Ainda mais esplendida quando cultivada a pleno sol, esta planta é constantemente usada em jardins verticais e caramanchões, já que as suas lindas flores contrastam perfeitamente com o verde escuro de suas folhas. Porém, fique de olho: as suas mudas podem chegar ao tamanho de seis metros, sendo opção que precisa de espaço e sustentação.

Garantindo um belo espetáculo aos amantes de jardins, as flores do sapatinho-de-judia são adoradas por beija-flores. Quem cultiva essa espécie em seu espaço não se cansa de avistar as cenas incríveis. Para garantir uma muda, é necessário utilizar o método de estacadas. Vale cortar o caule após o florescimento.

Esta trepadeira não pode ser mantida em ambientes com temperaturas baixas, por isso, evite plantar a sua nas estações mais frias. O solo escolhido deve ser rico em matéria orgânica e conter boa drenagem. Vale regá-la duas vezes por semana após o plantio. Quando adulta, pode ser molhada quinzenalmente.

Os períodos de floração da espécie ficam entre setembro e janeiro. Para evitar fungos e outras pragas, lembre-se de cuidar com a quantidade de água depositada em sua terra. Faça o teste de toque, colocando o seu dedo na superfície. Se estiver encharcada, comece a diminuir as doses de líquido e a mantenha em ambiente arejado.

E aí, curtiu as dicas para ter o sapatinho-de-judia em sua casa? Se sim, acompanhe as nossas postagens e veja dicas diárias para conquistar o jardim perfeito! 😉

Um comentário
  1. Boa tarde, queria tanto uma muda da trepadeira de orquídea sapatinho, tenho uma muda mas esta so o talo n tem folhas o que faco p ela vingar

    1. Olá, Daniela! Você pode manter um punhado de musgo ou fibra de coco na zona das raízes, amarrando ela em um tronco de árvore. Assim ela receberá água da chuva e claridade, sem sol forte. Em algumas semanas irão brotar novas raízes e também folhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *