Latania commersonii

 Latânia-vermelha (alguns a classificam cientificamente como Latania lontaroides)

Com suas folhas palmadas e plissadas, que podem alcançar um tamanho de três metros, esta palmeira, cujo palmito não é visível, prefere solos profundos e drenados, sendo tolerante à estiagem porém exigente de regas na estação quente. O transplante é muito delicado, portanto é aconselhável comprá-la de produtores que a cultivam em potes. O crescimento é lento.

No sentido literal é uma espécie notável, e não apenas pela cor das folhas, mas também pelo aspecto escultórico que sua coroa foliar possui. Obviamente não é uma palmeira para formar cercas ou para ficar relegada a um segundo plano, ela deve ser pensada para um lugar de destaque merecendo, inclusive, complementos arquitetônicos como pisos e mobiliário.

Acesse mais detalhes e informações na nossa Biblioteca de Espécies.

Autor: Raul Cânovas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *