Plantas e crianças: o que fazer em caso de intoxicação

Plantas e crianças: o que fazer em caso de intoxicação

Os papais e mamães de plantão devem ter cuidados redobrados com crianças que adoram desbravar os jardins de casa. A intoxicação por plantas venenosas é recorrente e pode ser evitada com algumas medidas simples. Não dá para descuidar. Você deve manter os olhos bem abertos durante o dia inteiro. Grande parte das crianças, supercuriosas e determinadas, não hesitam ao encontrar plantas ou flores no jardim. Elas encostam, apertam, mordem e até comem.

As intoxicações causadas por plantas ou flores, ao contrário do que muitos pensam, podem ser acarretadas apenas pelo toque, contato com as mucosas e até mesmo aspiração. É preciso manter a sua atenção redobrada e verificar os possíveis sinais perigosos.

A seguir, confira quais são os cuidados indispensáveis após o contato.

– A criança ingeriu a planta: retire os restos da boca e higienize com muita água. É importante cuspir para que as substâncias tóxicas existentes nas mucosas não tragam mais consequências desagradáveis. Verifique se a língua ou garganta estão inchadas e vermelhas. O vômito não deve ser induzido. Leve o pequeno rapidamente à emergência.

– A criança encostou na planta: remova a roupa da criança e a lave a pele com água corrente. Molhe o corpo por aproximadamente 10 minutos. Regiões como orelhas, genitais, mãos e dobras devem ser higienizadas com o maior cuidado. Vá ao dermatologista ao identificar queimaduras, manchas muito vermelhas e coceira frequente.

– A criança colocou a planta nos olhos: faça a higienização com água corrente por mais de cinco minutos. Esse é um processo complicado e que demanda muita paciência dos pais. Se o pequeno lacrimejar exageradamente, apresentar vermelhidão ou sentir coceira descontrolável, leve-o para o oftalmologista rapidamente.

Cinco sinais preocupantes

Leve a criança ao pronto-socorro ao identificar qualquer um dos sintomas descritos. O médico responsável irá identificar o tratamento mais adequado para cada um dos casos.

1. Vômito
2. Falta de ar
3. Desmaios
4. Diarreia
5. Coceira e vermelhidão na pele

Alguma dúvida? Coloque nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *