Cultivo e cuidados da lavanda

Cultivo e cuidados da lavanda

Cientificamente conhecida como Lavandula, da família Lamiaceae, seu nome popular vem do verbo “lavar”, foi batizada assim pelo povo romano que a utilizava para lavar roupa, tomar banho e como aromatizante. Extremamente cheirosa, a lavanda conquista cada vez mais espaço por ser de fácil cultivo e manutenção. Confira como:

1. Localização: por ser mediterrânea, a lavanda cresce em locais quentes e ensolarados. Para garantir o seu bom desenvolvimento, o ideal é que a planta receba sol por oito horas diárias. O local deve ser bem guarnecido para proteger a planta do vento. Plantá-la em um ponto alto ou atrás de uma parede vai potencializar a drenagem.

2. Solo: deve ser fofo, leve e bem areado para ajudá-la a crescer. Solo bem drenado é a garantia do bom desenvolvimento da lavanda.

3. Preparação: antes de plantar, você pode separar dois punhados de pedras pequenas (cerca de 2 cm), meio copo de cal, e adubo para colocar sobre o solo no momento do transplante – a fim de facilitar a drenagem. É importante remover o excesso de terra das raízes e regar a muda antes de replantar. Faça uma poda leve nos galhos, para incitar seu crescimento e para que a planta não fique rígida.

4. Manutenção: fertilize o solo apenas uma vez por ano. Lembre-se de regar pouco, a terra não deve permanecer úmida. A poda também deve ser feita uma vez por ano.

5. Hora de colher: para identificar o melhor momento, fique atento às flores de baixo de cada caule, quando estiverem começando a se abrir é sinal de que é hora de colher! É o clímax da beleza e fragrância da lavanda. Corte as flores na base dos caules, perto da folhagem.

Gostou das dicas? Estamos torcendo para que dê tudo certo! Em caso de dúvidas, escreva nos comentários. Até o próximo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *