Piso para jardim: quais são os melhores tipos?

Piso para jardim: quais são os melhores tipos?

Cada ambiente da casa possui suas particularidades que devem ser observadas na hora de escolher os materiais que compõem a decoração, construção e também o piso. Com o jardim não é diferente. Alguns dos pontos muito importantes que devem ser levados em consideração na hora de escolher o piso para este ambiente são: umidade da área, fluxo de circulação, praticidade na limpeza, durabilidade, segurança e também o estilo de decoração que você está buscando.

Naturalmente o local está mais sujeito às intempéries do tempo, e, no caso do piso, isso pode resultar no aparecimento de lodo ou outros elementos que os deixam mais escorregadios, comprometendo a segurança. Por essas razões, é importante saber as características de cada material para não errar na escolha. Confira os tipos de piso mais indicados para o jardim:

Drenantes

O piso drenante é um dos favoritos dos arquitetos para a área externa devido ao seu revestimento poroso. Justamente por sua porosidade que ele é ideal para ambientes ao ar livre, pois facilita o escoamento da água das chuvas e evita a formação de poças. Versátil, pode ser aplicado diretamente sobre o terreno, sem a necessidade de contrapiso. Isso significa que para jardins com terreno íngreme este material é o mais indicado.

Madeira

Atemporal, o piso de madeira encaixa-se em vários estilos de projeto. Para quem gosta de um visual mais rústico e busca um jardim aconchegante, o deck de madeira é a opção perfeita, especialmente quando usado em conjunto com uma iluminação amarelada. Mas atenção, de tempos em tempos são necessários alguns cuidados, como o uso de anti-fungos e impermeabilizantes para que a madeira continue bonita e sua durabilidade seja prolongada.

Pedras naturais

Existem inúmeros tipos de pedra que podem ser usadas no piso do seu jardim. Assim como a madeira, o material proporciona um aspecto mais rústico. Além disso, são uma ótima opção para a área externa devido a alta absorção da água e suas características antiderrapantes, fator que ajuda a evitar possíveis acidentes. Encaixadas em formatos variados ou talhadas, elas dão ao jardim um visual único e muito natural. Os tipos mais usados são Granito, Ardósia, Pedra Miracema, Mineira, Goiás, São Tomé e Pedra Portuguesa.

Porcelanato

Com características que podem ser aproveitadas em todos os ambientes, o porcelanato destaca-se pela sofisticação, estilo e praticidade. Possui alta durabilidade e boa resistência ao desgaste físico e químico, além de ser praticamente impermeável. Para a área externa, prefira o porcelanato natural (com aspecto não polido) ou rústico (com irregularidades), que apresentam características antiderrapantes.

Cerâmica

Popular e acessível, a cerâmica possui um ótimo custo-benefício e inúmeras opções de modelos. Este tipo de piso pode trazer um visual mais descontraído e moderno ao seu jardim, já que pode ser encontrado em uma infinidade de cores e estampas. Embora o piso de cerâmica seja um dos mais populares, tenha cuidado ao optar pelo material, pois dificilmente você encontrará um modelo que seja antiderrapante para o quintal. Caso essa seja a sua escolha, opte por uma versão que tenha textura para garantir maior segurança.

Cimento

Seu visual não é dos mais atrativos, mas o piso de cimento cumpre bem os requisitos de resistência e antiderrapante, sendo indicado para áreas de grande circulação de pessoas. Para tirar o aspecto frio e sem graça, combine-o com outros materiais, como pedras, madeiras e tijolos.

Gostou das dicas de pisos mais indicados para o jardim? Temos muito mais para você! Conheça o curso Pró-Jardim STIHL e saiba tudo sobre como fazer o paisagismo do seu jardim de forma gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *