Como fazer pasta curativa para podas

Como fazer pasta curativa para podas

Este texto é especial para quem pretende realizar uma poda. Você sabia que esta prática, se mal sucedida, pode prejudicar a suas plantas? Uma poda feita de maneira incorreta pode aumentar a exposição dos troncos e galhos, deixando a árvore suscetível à contaminação. Mas calma! Bastam algumas precauções para que tudo saia nos conformes.

Os cuidados posteriores com a espécie são imprescindíveis. É aí que entra a pasta curativa. Inspirada na pasta biodinâmica, que é utilizada na agricultura biodinâmica, a pasta curativa tem função cicatrizante e é a pedida certa para aplicar sobre a árvore recém-podada, pois sela os cortes feitos e faz com que a espécie ganhe imunidade para se recuperar com saúde.

Veja o passo a passo da pasta curativa no vídeo – clique aqui.

Confira a lista de ingredientes e o modo de preparo abaixo!

Você vai precisar de:

• 1,3kg de húmus de minhoca
• 900g de areia fina
• 150g de cinza de madeira
• 150g de amido de milho
• 150g farinha de ossos
• 150g de cascas de ovos trituradas
• 200g de terra serapilheira
• 750g de argila (de papelaria)
• 150 ml de chá de cavalinha
• 150 ml de leite de vaca cru
• 100 ml de água de coco
• água (caso a mistura fique dura)

Como preparar a pasta curativa:

Deixe a argila de molho no chá de cavalinha para que fique maleável.

Em uma bancada, despeje a areia fina e vá acrescentando todos os secos: as cinzas – que você pode conseguir em pizzarias ou padarias, farinha de ossos (disponível em floriculturas e lojas do segmento), cascas de ovos (trituradas no multiprocessador ou liquidificador) e a terra de serapilheira.

Depois de fazer um pequeno vulcão de ingredientes, comece adicionando a argila úmida e em seguida o chá de cavalinha, o leite cru, rico em cálcio, e a água de coco, que irá repor os sais minerais.

Misture com as mãos até ficar em uma consistência cremosa para a aplicação. Se sua mistura está dura, adicione água para diluir um pouco mais.

A pasta curativa, além de cicatrizar a poda, ainda irá estimular o rebrotamento da espécie e sua árvore terá longos anos de vida saudável para sombrear, embelezar e estimular o solo do seu quintal!

Gostou desta dica? Inscreva-se no YouTube Jardim das Ideias para não perder nenhum detalhe da websérie Jardim das Ideias – 50 Dias de Verde.

Um comentário
  1. Excelente dica! Gostaria de saber se pode ser utilizada após mais de 30 dias da poda

    1. Olá, Mirian. Depois de uma semana a área de corte já está cicatrizada. Devemos passar no mesmo dia da poda, evitando entrada de doenças, oxidação e morte dos tecidos.
      Esperamos ter ajudado. Vânia Chassot, Engenheira Agrônoma

  2. Olá bom dia. Vcs podem me indicar um bom profissional para verificar a saúde das minhas plantas?
    Moro em Atibaia / Sao Paulo.
    Desde já agradeço

    1. Olá, Ana! Você pode encontrar bons profissionais em floriculturas de boa reputação. Geralmente são indicados profissionais e equipes de jardinagem. Também pode buscar na Emater, podem te indicar alguém especializado em fitossanidade.

  3. Como curativo, para aplicação nos cortes, seria melhor que pasta bordalesa? Obrigado.

    1. Olá, Geraldo! Elas apresentam ação semelhante, porém a pasta ensinada aqui no blog é mais acessível e pode ser preparada, ao invés de comprada.
      A bordalesa deve ser aplicada com luvas e maiores cuidados (EPI – equipamento de proteção individual).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *