Árvores frutíferas para a varanda

Árvores frutíferas para a varanda

Se você achava que para plantar limão, jabuticaba ou até uva precisava de uma grande horta ou jardim, está enganado! Com alguns cuidados é dicas é possível colher as frutas direto do pé na sua varanda! Veja algumas das espécies indicadas e orientações para acertar no cultivo.

Espécies frutíferas para ter na varanda

Limoeiro: nada melhor que uma limonada em uma tarde quente, não é? Essa frutífera é uma das espécies mais fáceis de cultivar, mas é importante pensar no local que vai colocar o vaso, pois seu caule e ramos possuem espinhos que podem machucar as crianças ou curiosos desavisados.

Parreira: se você tem um espaço de varanda com pergolado, além de frutas frescas, você terá uma sombra deliciosa. Os períodos de floração e frutificação variam de acordo com a região, o clima e a variedade de uva. Não se assuste: após a colheita dos frutos, ela perde todas as folhas.

Pitangueira: uma frutífera de baixa manutenção e bastante ornamental, que além trazer cor e perfumar o ambiente, fornece frutas deliciosas. Uma dica importante é: ao cultivá-la em vasos, é preciso acrescentar areia ao substrato para torná-lo mais drenante.

Cuidados com árvores frutíferas na varanda

Para que suas plantas crescem saudáveis e deem frutos gostosos, alguns cuidados são essenciais:

Umidade: é fundamental, principalmente para aquelas que serão cultivadas em vasos. Mas cuidados para não encharcar, pois isso pode apodrecer as raízes e matar sua plantinha.

Sol: se possível, pleno, é essencial para a produção das frutas. Mas é importante cuidar com o vento em excesso, esse sim pode ser extremamente prejudicial.

Pragas: elas podem comprometer a qualidade do fruto que sua planta dará, por essa razão é importante protegê-las fazendo a pulverização de óleo neem, que é facilmente encontrado em lojas específicas.

Vaso: ele deve ser do tamanho correto para a sua espécie de planta, pois um erro muito comum é um vaso pequeno para uma planta grande. O ideal é que o vaso tenha espaço de sobra para as raízes da planta se desenvolver saudáveis e livres.

Gostou das dicas? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *