Uma floreira para chamar de sua!

Foi-se o tempo em que ter um ambiente florido e agradável era um privilégio apenas de quem mora em uma casa grande, com jardim ou quintal. Uma alternativa inteligente para quem mora em apartamento é colocar uma floreira na sacada ou mesmo no beiral da janela. Não se preocupe, existem plantas que conseguem se desenvolver saudáveis e com sucesso nesses espaços pequenos, basta seguir algumas dicas:
A FLOREIRA: se você busca praticidade, as floreiras de plástico são as mais indicadas. O material leve – que pode ser colocado tanto na sacada quando na janela – são resistentes as mudanças climáticas, além de manter a temperatura agradável para as plantas e ser mais barato.
Mas existem outras alternativas como recipientes de cerâmica, que, por serem mais porosos, tornam a troca direta de ar e água entre a planta e o meio ambiente mais fácil.
É importante que o recipiente, independente do material, possua entre 20 e 25 centímetros de altura, assim a planta poderá se desenvolver adequadamente.
O PLANTIO: utilize argila para fazer uma base com cinco centímetros de altura, depois coloque uma manta geodrenante – pode deixar a manta subir um pouco nas laterais da floreira, isso irá auxiliar a drenagem da água -. Sobre essa camada, coloque a terra preparada com adubo, o que fará muita diferença no crescimento inicial da muda. Após a terra estar pronta, basta abrir pequenos buracos e colocar as mudas.
AS FLORES: para floreiras em janelas e varandas as plantas pendentes são ótimas opções. Gerânio pendente e begônia criam um efeito bonito, crescendo e “caindo” para fora da floreira, já a petúnia e crisântemo garantem cores e perfume ao ambiente durante o ano todo. Mas caso você queira misturar diferentes espécies, é importante tomar algumas precauções como escolher plantas que exijam cuidados semelhantes – como a mesma quantidade de água e luz. Também é importante avaliar o tempo de crescimento das plantas desejadas, para que uma não cresça muito mais rápido que a outra e acabe dominando o espaço.
A MANUTENÇÃO: procure colocar as floreiras em um local que pegue, pelo menos, duas horas de sol direto ou que pelo menos tenha uma boa iluminação. Faça a rega pela manhã ou no final da tarde, que é quando as plantas absorvem melhor a água. É recomendável, a cada dois meses, a adubação orgânica com húmus de minhoca ou farinha de osso, também é indicado remover os “matinhos” que vão aparecer eventualmente, pois eles sugam os nutrientes que deveriam ir para as plantas.
Com essas dicas simples, você certamente terá uma bela floreira para enfeitar e trazer cor para sua casa e seus dias.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *