Uma flor argentina

Pelo mundial de seleções, enfrentam-se hoje em Porto Alegre Argentina e Nigéria. Por isso, resolvemos trazer informações sobre uma planta do país vizinho, mas que também pode ser cultivada por aqui: é a Ruélia-azul (Ruellia coerulea).

Ruélia-azul / Crédito: daminhajanelacfas.blogspot

Esta é uma planta florífera muito versátil e que combina com paisagens rústicas. Seu porte natural é de cerca de 60 a 90 centímetros. A floração ocorre na primavera e no verão. Suas folhas verdes escuras, quando expostas ao sol direto, adquirem uma tonalidade metálica. As flores são muito atrativas para os beija-flores.

As ruélias-azuis podem ser cultivadas nos jardins em maciços ou bordaduras, em canteiros ricos em matéria orgânica e mantidos úmidos. É uma flor apropriada para a beira de lagos ou tanques.

Para cultivar a espécie é necessário um solo enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Nessas condições, a planta se adapta a diversos tipos de solo. Precisa de sol pleno ou meia-sombra. A ruélia é tolerante a umidade em excesso do solo e quando está bem estabelecida, também suporta curtos períodos de estiagem. Aprecia o calor e a umidade dos climas tropicais.

A poda pode ser realizada depois da primeira floração, para estimular o novo florescimento. Multiplica-se por sementes, divisão ou estaquia. Fertilizações orgânicas leves podem ser feitas durante o período de crescimento e floração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *