Turfa, humus ou terra vegetal?

A paisagista Simoni Christini, de Poá – SP, diz que: “Muitas lojas do ramo não sabem indicar corretamente ao cliente para que servem, por sua vez, tenho constatado que o cliente compra pelo preço, achando que é tudo igual”


Humus de minhoca

Vou resumir a diferencia entre esses produtos orgânicos:
 
TURFA

 


Turfa

É oriunda de matéria orgânica depositada nas várzeas dos rios (juncos, árvores etc) durante um longo período geológico e que, por causa da umidade, não sofreu decomposição e transformo-se em mineral. A turfa é uma rocha com alto teor de substâncias húmicas e com capacidade de segurar água e sais minerais, além de reter vários metais pesados, contribuindo para o equilíbrio do meio ambiente.

Incorporada ao solo, aumenta a atividade microbiana, inibe a salinização, já que os nutrientes minerais ficam protegidos pela turfa, junto às raízes das plantas. É importante nos solos arenosos, ampliando a retenção de água e, nos argilosos, reduz a densidade, aumentando a porosidade.

Pode ser utilizada misturada com casca de arroz queimada e outros ingredientes, como substrato no cultivo de plantas. Sergipe tem uma grande reserva turfeira.
 
HUMUS DE MINHOCAS
 

As raízes das plantas penetram mais facilmente no solo que graças ao húmus, pois fica enriquecido. O aparelho digestivo da minhoca funciona como um laboratório de processamento químico: ele tem certas bactérias que produzem enzimas tornando mais rico o excremento. Aterra que o animal expele contém o dobro de potássio, o triplo do magnésio e o quíntuplo de nitrogênio e do ácido fosfórico da terra ingerida, além de conter substâncias inorgânicas representadas por vasta variedade de sais minerais.
 
Não deve ser usado em terras excessivamente pobres, já que nelas, as minhocas não teriam alimento suficiente para sobreviver. O ideal é usar 200g dele, depois de uma adubação básica e uma correção do pH.
 
É importante diferenciar os diferentes húmus de minhoca comercializados. Em alguns casos os sacos vendidos contêm apenas o solo onde as minhocas foram criadas, sendo, portanto um produto inútil. O produto bom é aquele que não contém impurezas como: galinhos, restos de mato, papel etc e que tem os ovinhos das minhocas que irão colonizar o solo.
 
TERRA VEGETAL

A terra vegetal é a mistura de solo “in natura” com uma camada de restos de vegetação decomposta, como: galhos, folhas, frutos, sementes, caules e cascas. Embora contenha naturalmente alguns nutrientes, a terra vegetal serve apenas como camada fértil das raízes, às vezes, com poucos centímetros de espessura.

É pobre, geralmente, em nitrogênio e em minerais inorgânicos. Serve apenas, como um condicionador de solo, aumentando a porosidade, a capacidade de retenção de água e a aeração, se não for argilosa em demasia.

Usando somente terra vegetal, a terra vai encolher com o tempo. Bactérias, fungos e outros seres decompositores vão consumir esse solo, portanto deve ser misturada com compostos orgânicos, para manter o estado físico ideal.

É importantíssimo deixar claro que a retirada da camada superficial de solo é proibida em áreas de Mata Atlântica. Consultar a Policia Florestal antes de comprá-la é prudente.

Autor: Raul Cânovas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *