São Paulo ganha primeiro telhado verde com cobertura de Mata Atlântica

Uma das notícias que nos deixaram mais alegres recentemente foi que São Paulo ganhou seu primeiro telhado verde. Essa tendência que cada vez mais se espalha é ocasionada pelo desejo das pessoas em se reaproximar da natureza. Enquanto os prédios de concreto dominam os centros urbanos, muitas pessoas estão tomando iniciativas para que o verde volte a ocupar mais lugares, fazendo parte do nosso dia a dia. É sobre essa novidade maravilhosa que vamos falar aqui, acompanhe!

O primeiro telhado verde com vegetação nativa da Mata Atlântica está em plena Avenida Paulista, no prédio da Fundação Cásper Líbero. São 130 espécies de árvores naturais do estado, como o jacarandá bico-de-pato e a embaúba.
Esse telhado verde foi desenvolvido assim: apenas 15 cm de espessura de uma terra da empresa e a composição/espaçamento das espécies de árvores semelhante ao natural. Como resultado temos florestas densas e verdejantes de até 3,5 metros de altura, que são resistentes a ventos, exigem pouca rega e cuidados.

O projeto só foi concretizado depois de mais de cinco anos de pesquisas, onde foi criado um método capaz de reproduzir a dinâmica da floresta tropical e permitir uma Mata Atlântica na cobertura de prédios.
A iniciativa foi idealizada e realizada pelo botânico Ricardo Henrique Cardim, da Sky Garden e autor do blog Árvores de São Paulo. A ideia segundo Ricardo era não levar apenas uma vegetação para o local, mas também resgatar espécies em extinção para ir aos poucos reequilibrando o ambiente urbano.

Além dos benefícios citados por Ricardo, você sabia que o telhado verde também ajuda a reduzir o calor no ambiente em até 18ºC? Com essa medida se melhora ainda a umidade do ar, diminui o barulho e a poeira no local. Incrível, não é mesmo?

Nós adoramos esse projeto. Você conhece outro semelhante? Compartilhe com a gente! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *