Saiba como montar um jardim de baixa manutenção

Você quer ter um jardim vistoso, mas a rotina corrida
impede de dar mais do que algumas horas de atenção para sua manutenção? Então
confira algumas escolhas cruciais que você deve tomar na hora de fazer o seu
planejamento:

Quanto mais natural o seu jardim parecer, menos trabalho
ele dará. Arbustos que precisam de poda constante e topiários elaborados são
lindos, mas se você quer poupar mão de obra, eles devem ser descartados e
trocados por uma estética mais natural, como a aplicada nos jardins do estilo inglês.
Mas isso não quer dizer só deixar as plantas crescerem de qualquer jeito. Você
ainda terá de conduzi-las no caminho certo, porém o esforço com certeza será
bem menor.

Escolha plantas nativas! Elas se adaptam melhor ao
ambiente e não demandam tanta atenção. E deixe as espécies com necessidades
similares juntas, assim você economiza tempo com a rega e a adubagem.

Deixe o solo livre de ervas daninhas com o uso de
plantas próprias para forrações perenes, que densamente cobrem o solo, ou
materiais orgânicos! A remoção das pragas pode ser uma das tarefas mais árduas
da jardinagem e com esse passo você risca ela da lista de tarefas.


Tome cuidado na escolha do material de canteiros e
vasos. Ele deve remeter ao estilo de jardim que você está criando, mas também
deve ser levada em consideração sua durabilidade e taxa de manutenção. A
madeira, por exemplo, é amplamente usada em jardins e dá um toque rústico à
composição, mas demanda cuidados rotineiros para evitar o apodrecimento e
mantenha sua integridade. 


E você, tem alguma dica para a criação de um jardim de
baixa manutenção? Divida ele com a gente e os outros jardineiros de plantão nos
comentários!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *