Plantas para jardins verticais

Como os jardins verticais são diferentes dos comuns, eles necessitam de cuidados específicos. Confira nossas dicas para auxiliar você na hora de planejar o seu espaço verde. 
DICA 1: SE LIGA NA RAIZ! 
Para um jardim vertical, não é adequado escolher plantas com raízes grandes e agressivas, para não danificar a estrutura e a própria muda.  O ideal é fazer a escolha antes mesmo da construção do prédio para que seja feito o cálculo do peso adicional.  
DICA: 2: CUIDADO COM EXPOSIÇÃO
Você deve prestar atenção na incidência de ventos e luz solar direta. Jardins verticais em fachadas de prédio, por exemplo, tem na superexposição um empecilho para muitas espécies. Deve-se evitar espécies com grande necessidade de água, como também plantas com folhagem macia e delicada.
Jardins verticais protegidos e em locais semi-sombreados permitem espécies que não se adaptariam às condições anteriores.
DICA 3: O TIPO DE PLANTA IDEAL 
Para evitar constante manutenção, escolha plantas perenes.  No entanto, há uma situação em especial que pede jardins verticais com plantas anuais: aqueles destinados à cultura de plantas hortícolas.
Plantas epífitas ou rupícolas são uma ótima escolha para jardins verticais porque se adaptam muito bem às condições de pouco substrato, ventos e outras adversidades. 
Outras opções bem interessantes são forrações rústicas, que muitas vezes são úteis em acrescentar um colorido diferente ao jardim. 
DICA 4: INVESTIMENTO 
Falando dos custos do seu jardim, boa parte dos gastos será com as plantas, que por serem perenes, tendem a ser um pouco mais caras.  Mas vale a pena gastar mais com plantas que irão durar. 

E aí, curtiu as dicas? Não deixe de conferir mais truques em nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *