Plantas e a moda: espécies que estão em alta novamente

Plantas e a moda: espécies que estão em alta novamente

Se você acha que a moda é ligada apenas em tendências de roupas, cabelos ou beleza, precisa se atualizar! A moda também define o que é tendência no paisagismo – e vem interferindo na escolha de plantas para jardins em todo o mundo. Nas passarelas alguns estilos de roupas surgem, fazem um enorme sucesso, somem, voltam, etc. Com as plantas acontece o mesmo! Separamos algumas plantas da “vovó” que voltaram a fazer sucesso em jardins de todo o Brasil:

Samambaias

Foram muito utilizadas em decorações e jardins na década de 70. Na família dessa espécie existem diversos modelos. Os mais populares são samambaia paulistinha, de metro, avenca, americana e havaiana. Para manter uma samambaia é simples: ela precisa de ventilação, iluminação e água, tudo com muita moderação.

Jiboia

É uma espécie de grande porte, pode atingir até 18m de altura. Por isso, geralmente é cultivada em ambiente externo. Mas nada impede de serem cultivadas em ambientes fechados. As jiboias gostam de água e calor, se adaptam facilmente ao ambiente o qual são inseridas. Também estão voltando à moda com força total.

Camélia

São as preferidas para decoração, não somente em jardim – seu desenho também é reproduzido em tatuagens, pinturas, arranjos superficiais e até mesmo em crochê. A melhor época para florescer é nos meses que correspondem ao outono e inverno.

Dracena pau d’água

Este lindo arbusto em geral possui uma coloração verde, mas algumas variedades contam com uma faixa de coloração com tons mais claros ou até mesmo rosa. Também ama calor e a umidade, porém deve-se tomar cuidado com o excesso de sol no verão para evitar queimaduras em suas folhas. Atualmente, é mais utilizada em áreas de condomínios.

Palmeira-azul

Essa palmeira pode atingir até 25 metros de altura, mas na maioria dos casos não passa dos 12 metros. É recomendada para uso em jardins grandes, para que haja espaço suficiente para o seu desenvolvimento. Gosta do clima tropical e o subtropical, mas consegue se adaptar em ambientes úmidos ou secos.

Cipó-imbé

Outra planta que voltou a ser usada em projetos paisagistas, preferencialmente em ambientes fechados, devido à resistência de suas folhagens. Em ambientes externos também é resistente ao sol, mas o excesso dele pode deixar suas folhas amareladas.

Maranta 

São aproximadamente 30 espécies dessa família que gosta de habitats úmidos, se tornando uma ótima opção para aqueles que querem montar uma floresta tropical em casa. Elas podem atingir até 50 cm de altura, são super fáceis de manter, gostam de água e, portanto, precisam ser regadas diariamente. Seja em ambientes internos ou externos, deixe sua maranta na sombra para evitar que suas folhagens sofram queimaduras.

Cróton

É uma planta que se destaca pela facilidade nos cuidados, gosta muito sol e tem preferência por ambientes externos. As folhagens desse arbusto despertam a atenção por serem de tamanhos diferentes e tons intensos, além da mesclagens de tons verdes com vermelho, roxo, laranja, rosa, branco. Podem atingir até 3 metros de altura, e por isso acabam sendo utilizadas como cercas vivas em alguns projetos de jardinagem.

Curtiu nosso post? Não deixe sua plantinha esquecida, cultive ela para manter seu jardim lindo! Continue acompanhando a nossas dicas da série Jardim das Ideias – 50 Dias de Verde 🙂

Um comentário
  1. Boas dicas sobre essas espécies, eu que estou me dedicando e profissionalizando na área de jardinagem, é importante saber dessas tendências!

    1. Exatamente, Marco! É muito importante se manter atualizado. Que bom que gostou! Continue nos acompanhando para não perder nenhuma dica!

    1. Muito legal saber que você gostou, Gecilda! Nós também amamos as plantinhas! Por isso sempre temos conteúdos interessantes e bem bacanas por aqui. Continue nos acompanhando e não perca as dicas!

Deixe uma resposta para Marco Antônio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *