Plantas carnívoras: o que são e como podem ser cultivadas? Veja tudo aqui!

Elas atraem os olhares e despertam curiosidade. As plantas carnívoras é um tipo de espécie que não passam despercebidas. Se você também tem algumas dúvidas sobre estas plantas, mas não tinha a quem perguntar, você não pode perder as informações e dicas que separamos sobre elas. Vem ver!

As plantas carnívoras, nada mais são que, plantas com a capacidade de atrair pequenos animais, como insetos, aracnídeos, anfíbios, e até répteis e aves. Elas capturam por meio de suas armadilhas formadas por folhas modificadas, digerem e consomem os nutrientes de seus alvos. Parece assustador, né? Mas não é pra tanto. 

Você sabia que plantas carnívoras geralmente vivem em solos pobres, encharcados e ácidos? Inclusive sua maior biodiversidade se encontra no Sudeste Asiático, nas Américas e Austrália. Mas o mais surpreendente é que se acredita que as primeiras plantas carnívoras surgiram há cerca de 65 milhões de anos! Incrível é pouco! 

Outro dado interessante é de que existe mais de 500 espécies de plantas carnívoras pelo mundo. Elas são encontradas em regiões quentes e até em áreas gélidas, como a Sibéria. Só no Brasil tem mais de 80 tipos diferentes, o nosso país só perde para a Austrália em maior quantidade de espécies destes vegetais. 

Se você é fã destas plantas exóticas precisa aprender como cultivá-las. O ideal para o plantio é a mistura de sphagnum, um tipo de musgo e areia. Deixe de lado o adubo e o fertilizante, a terra precisa mesmo é ser pobre em nutrientes, senão elas não sobrevivem. 
Esta é uma planta que gosta bastante de água, ou seja, a rega diária é essencial. Observe sempre a umidade do musgo, pois é dele que a planta suga boa parte da água para sua manutenção. 

Não precise se preocupa com a alimentação delas, ok? O recomendado é deixar que as plantas capturem sozinhas seu alimento. Mas você pode dar uma mãozinha. Manter as plantas carnívoras próximas a uma janela ajuda a atrair insetos. 

Você tem plantas carnívoras na sua casa? Conte pra gente!
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *