Pimentas

O cultivo de pimentas hoje não se detém apenas para a utilização delas na culinária, elas se tornaram muito populares também devido à crença popular que diz que o cultivo delas em casa afasta a má sorte das pessoas. Mito ou verdade à parte as pimenteiras hoje são uma excelente opção para colorir a decoração de um ambiente ou de um jardim.

Elas devem ser cultivadas a sol pleno, em terra fértil misturada à terra vegetal. Elas se adaptam bem a vasos, floreiras ou jardins. As pimenteiras vendidas em floriculturas tendem a durar apenas alguns ciclos, frutificando aproximadamente cinco vezes antes de morrer. Isto ocorre pois a floração e a frutificação da pimenteira exigem muita energia da planta. Para retardar a morte precoce da planta é recomendável retirar parte das flores, antes que elas produzam os frutos.

A pimenteira deve receber o sol da manhã ou da tarde, evitando o excesso. A adubação pode ser feita mensalmente, o que a deixara viçosa por mais tempo. As regas devem ser regulares, sem nunca deixar que a terra seque completamente, mas também evitando o encharcamento.

As pimentas contêm vitamina A, B e C, além de aminoácidos, ferro e magnésio. Elas são capazes de acelerar o metabolismo e com isto têm efeito emagrecedor. Nem todos os tipos de pimentas são ardidas, algumas apresentam até gosto mais adocicado.

Desfrutem da beleza e dos sabores desta planta!


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *