Pergunta de LUCIA ELENA

Nome: LUCIA ELENA
Cidade: Santana de Parnaíba – AC
Pergunta: Boa noite Raul, recentemente troquei a grama de uma parte de meu gramado, mas, infelizmente, a empresa que fez o serviço me plantou uma grama completamente infestada de mato. Além da tiririca e do trevo tem também uma planta de haste e muitas folhas verde claro e flores amarelas, capim, uma planta baixa de folhas largas e escuras, uma tipo trepadeira de folhas pequenas e redondas que se alastra com pequeninas folhas brancas. Além de colocarem uma grama assim ainda me enrolaram durante um mês, sem vir fazer a manutenção. Anteontem eu mesma arranquei grande parte das plantas maiores, mas a de folhas redondas está tão espalhada que não sei como fazer. A grama ainda não foi podada e está com uns 15 a 20 cm de altura. Por causa de tanta chuva o solo está totalmente enxarcado, apesar de ser levemente inclinado. O local não pega sol direto durante a manhã e fica em baixo de um sibipiruna já bem alta. O que posso fazer para acabar com esse planta rasteira que está dominando tudo! E como devo fazer em relação à grama que está tão alta! (obs. considere os ! como sinais de interrogação). Obrigada.



Resposta:

Olá Lucia Elena,

 

Acredito que essas ervas todas já existiam no terreno. Quando a grama foi plantada, os nutrientes contidos no solo dela estimularam a germinação das sementes de trevo, picão-preto (flores amarelas) e emergiram os bulbos de alho-bravo, os rizomas da tiririca, etc. Os produtores de grama trabalham com tecnologias que impedem o aparecimento de qualquer outra espécie que compita com a gramínea a ser cultivada e utilizam adubação intensiva para que, depois de plantada, ainda tenha reservas que a sustentem.

 

O terreno deveria ter sido preparado previamente. Pode ter sido aí que a empresa prestadora do serviço, talvez, tenha errado. O solo, quando encharca, indica falta de porosidade e precisa ser drenado. Este é um trabalho indispensável a ser feito antes do plantio, assim como a eliminação de qualquer vestígio de ervas que contaminem a terra, uma correção do pH e a correta adubação fosfatada para que as raízes, incentivadas, se fixem.

 

Infelizmente é difícil emendar, às vezes, aquilo que começou errado. Não há um modo realmente eficiente de usufruir de um gramado perfeito, sem falhas nem mato e bem drenado se, primeiramente, não se tomam as precauções necessárias.

 

Aconselho-lhe insistir com a empresa que plantou a grama, para que, na medida do possível, com herbicidas, drenos e fertilizantes, minimize o problema.

 

Abraços,

Data da pergunta: 03/03/2011 22:27:45

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *