Patrick Blanc: o pioneiro do jardim vertical

Se você
adora as ideias de jardins verticais que compartilhamos aqui e no Facebook
precisa conhecer um dos paisagistas pioneiros nessa arte. Patrick Blanc é um
botânico francês que modernizou a ideia e já ganhou vários prêmios por seus
jardins verticais. Seus projetos já ganharam os muros e paredes das principais
capitais do mundo. Aproveite para conhecer mais sobre sua técnica e algumas de
suas principais “obras verdes” aqui neste post!

 


Antes
de desenvolver seus projetos, Patrick fez várias pesquisas que o levaram à
conclusão de que
a terra é apenas a
base para as plantas, o que elas precisam mesmo é de água, luz e nutrientes.
Inclusive, ele desenvolveu seu próprio sistema que consiste em fixar em uma
parede que suporte a carga e uma estrutura metálica. A estrutura ganha uma
cobertura de feltro especial para fixar as plantas que são irrigadas com
fertilizantes, assim as raízes não precisam crescer muito à procura de água,
deixando de causar eventuais danos.

As
variedades são escolhidas conforme sua capacidade de crescer neste tipo de
ambiente e da luz disponível. Geralmente são utilizadas espécies de forrações com sistema radicular rasteiro, como,
suculentas, ou plantas epífitas (
orquídeas, samambaias,
filodendros e bromélias).

 


O Musée du quai Branly

é um dos primeiros e mais famosos jardins verticais do mundo desenvolvidos por
Patrick. Localizado próximo a Torre Eiffel, em Paris, para esse museu foi
utilizado uma estrutura de metal que sustenta uma camada de PVC e feltro. A
parede vegetal protege e isola as paredes do museu, sustentando diversas
espécies que dão o colorido da arquitetura. 

 


Outro grande projeto foi realizado na CaixaForum
Madrid
, museu inaugurado em 2008, em Madri, Espanha. O
cinza do concreto deu espaço ao verde. Neste projeto, 460m² foram ocupados por
uma superfície vegetal com cerca de 15 mil plantas de 250 espécies diferentes.

 


Incrível, não
é mesmo? Para ficar por dentro de mais ideias e projetos bacanas de paisagismo
e jardinagem continue nos acompanhando aqui no blog! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *