O uso do vetiver na estabilização de taludes e encostas

Por sugestão do meu consultor, o Engenheiro Agrônomo Fernando Andrade, da Agrogeo Engenharia, deixo aqui uma informação preciosa, considerando as tragédias das últimas semanas.

Não vou me estender escrevendo sobre essa gramínea perene que, às vezes, alcança quase 2m de altura, com raízes que penetram o solo até 6m de profundidade e que pode viver séculos. Prefiro que vocês, que acompanham o Jardim das Ideias, entrem no www.deflor.com.br/portugues/pdf/boletim3.pdf e fiquem sabendo dos benefícios que a planta proporciona na recuperação de taludes erodidos em consequência das chuvas.

Na Indonésia, Índia, África e também na Polinésia é utilizada na fabricação de cestas, tapetes e como cobertura das casas. Mas é na perfumaria que até agora fez fama. Em 1978, na Espanha, foi lançado o Vetiver de Puig. Um pouco antes, em 1959 o Vetiver de Guerlain fazia sucesso entre os homens, assim como, mais recentemente, o perfume Vetiver Hombre, de Adolfo Dominguez e, entre outros, a Eau de Toilette Masculino de Carven.
 
Entretanto, atualmente o vetiver pode ter uma função bem menos prosaica, ajudando na consolidação dos solos.

Autor: Raul Cânovas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *