Meghalaya, a incrível ponte que é cultivada

Aqui no
Brasil estamos acostumados com pontes de concreto ou de madeira. Mas por mais
inacreditável que pareça, em
Meghalaya,
na Índia, árvores de uma espécie de figueira são cultivadas de forma que seja
possível construir pontes. Achou improvável? Descubra neste post porque isso
não só é possível, como também virou uma solução sustentável para aquela
região.


Em Meghalaya, o clima é um dos mais úmidos do mundo.
Inclusive a região é conhecida pelos seus rios com córregos de fluxo rápido, e
pela força das chuvas que destroem facilmente as pontes convencionais. Para
solucionarem esse problema os habitantes locais, das tribos khasi,
desenvolveram uma solução sustentável à prova de água: uma rede de pontes de
madeira e escadarias desenvolvidas por meio da Ficus Elastica, chamada também
pelo nome árvore-da-borracha.

Essa espécie de figueira que cresce até 15
metros por ano em torno dos rios, tem raízes fortes que com o passar do tempo
formam pontes vivas. Essas pontes naturais podem suportar mais de 3 toneladas.

Para fazer essa “construção verde”, os khasi
sustentam as raízes com uma estrutura de troncos ocos da árvore de bétel,
tecendo-as e reforçando-as até a árvore crescer e formar uma ponte. No entanto,
esse processo é lento. Para formar uma ponte grande e sólida, pode se levar de
10 a 15 anos. Mas a vantagem que além de sustentável e bela, algumas pontes
duram mais de 500 anos!


Incrível, não é mesmo? Confira algumas
imagens que separamos do local e depois nos conte o que você achou dessa “ponte
verde”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *