Ganhei uma orquídea de presente. Como cuidar?

Ganhei uma orquídea de presente. Como cuidar?

A orquídea, integrante da família Orchidaceae, está entre as plantas mais queridinhas para se ter em casa. Ela é típica de regiões de clima tropical, mas pode ser encontrada em todos os continentes, menos lugares muito frios. Você ganhou uma orquídea mas não sabe nem por onde começar a cuidar? As dicas a seguir vão ajudar quem tem uma orquídea plantada em vaso. Confira!

 

Como deve ser feito a rega da orquídea?

Sendo uma espécie que aprecia umidade, a orquídea precisa de rega diária, mas sem encharcar a planta. Não é indicado o uso de um prato com água embaixo. Uma dica muito importante é colocar o dedo no substrato e ver como ele sai: se o dedo ficar limpo é porque a planta precisa de mais água; se sair sujo de terra é porque a orquídea está úmida e não necessita de regas no momento.

E quanto à luminosidade para orquídeas?

A orquídea adora luz, tanto em ambientes internos como externos, mas cuidado: ela não deve ser exposta ao sol forte diariamente, pois assim diminuirá sua vida. Para quem mora em apartamento, o indicado é deixar a planta perto da janela ou lugares que tenham mais luz natural e ventilação.

Como deve ser feito a adubação e qual o vaso certo para cultivar orquídea?

Simplicidade é a palavra certa quando se fala em orquídeas. Para a adubação, você pode utilizar uma mistura feita de folhas decompostas e matéria orgânica ou até mesmo optar por produtos próprios para as orquídeas, encontrados facilmente em floriculturas ou grandes supermercados.

Na escolha do vaso, opte pelos de barro ao invés de plástico, pois eles têm mais porosidade e drenam melhor a água. Caso escolha de plástico, é preciso ficar atento para não encharcar a planta.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro e saber sempre novidades sobre suas plantas, acompanhe diariamente o portal Jardim das Ideias STIHL.

E se ficou com alguma dúvida sobre como cuidar de orquídeas, coloque nos comentários.

Um comentário
    1. Olá, Cíntia. Ela pode ficar no mesmo vaso que a muda foi comprada ou passada para vaso maior. Vale lembrar que ela é uma planta epífita e se desenvolve melhor em ambientes externos, sobre as árvores e troncos, onde há passagem de água das chuvas pelas suas raízes, sem que haja sol forte ou falta de luminosidade.
      Para manter em vaso, escolha o local que imite esta condição, com claridade o dia todo e até umas horas de sol fraco. Ela ama agua corrente, por isso você pode regar na torneira, a cada 3 dias no verão e 7 dias no inverno, garantindo que não fique água no vaso, pois isso gera apodrecimento das raízes.
      Há as variedades mini, que são vendidas em vasos de 6 cm de diâmetro, bem delicadas e ornamentais.

      Esperamos ter ajudado!
      Um abraço,
      Equipe Jardim das Ideias STIHL
      *colaborou com a resposta a engenheira agrônoma Vânia Chassot Angeli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *