Fotógrafa registra as árvores mais antigas do mundo

Já imaginou que aventura
percorrer o mundo por 14 anos em busca das árvores mais antigas? Esse foi o
desafio da fotógrafa Beth Moon, profissional de São Francisco (Estados Unidos),
que viajou pela África, Europa, Ásia, Oriente Médio, além de seu país,
registrando belas imagens da natureza.

 

Para escolher as árvores
que fariam parte da sua obra ela partiu de três critérios: idade, tamanho e história.
Através da botânica, registros oficiais e artigos de jornal ela localizou
árvores sobreviventes localizadas em encostas de montanhas, propriedades
privadas e terras protegidas. Você sabia que a mais antiga dentre todas as
árvores fotografadas tinha 4.800 anos?

 

Do resultado dessa
aventura surgiu o livro Ancient Trees: Portraits of time (Árvores Antigas:
Retratos do Tempo, em tradução livre) que reúne 60 fotos em preto e branco,
pela editora Abbeville Press.

 

Essa obra revela imagens de
plantas contorcidas alcançando o céu. Entre as árvores fotografadas se destacam
sequoias, teixos, baobás de Madagascar, chamados de “árvores de cabeça para
baixo”; e dragoeiros, espécie em formato de guarda-chuva com seiva avermelhada
que cresce apenas na ilha de Socotra, no nordeste da África.

 


A fotógrafa revelou que para as imagens
parecessem antigas, usou uma mistura de platina, paládio e óxido de
ferro, criando uma solução que é aplicada sobre papel e exposta à luz.

 


Para
quem curte fotografia – e também jardinagem – essa é uma ótima pedida! E você, conhece ou tem algum outro
livro sobre natureza ou jardinagem? Deixe suas sugestões de leitura nos
comentários 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *