Estrelícia

A Strelitzia reginae, popularmente conhecida como Estrelícia ou Ave-do-Paraíso, é natural da África do Sul e sua floração acontece em média três anos após o plantio, sempre durante o inverno e a primavera. Resistentes ao vento as estrelícias são adequadas para zonas costeiras e adaptam-se a maioria dos solos, desde que estes possuam uma boa drenagem.

O nome popular de ave-do-paraíso deve-se por seu formato lembrar uma ave vivaz e colorida. Esta herbácea pode chegar a 1,5 metro de altura e é capaz de produzir de 5 a 8 flores ao mesmo tempo por muda. O cultivo exige luz solar intensa em climas quentes, subtropicais e mediterrânicos, ao ar livre. Não deve enfrentar temperatura inferior a cinco graus centígrados, já, para florescer precisa de temperaturas superiores a 10 graus, com irrigações moderadas durante o ano todo.

Foto: Heloiza Rodrigues

A espata é o bico, e serve de bainha para as flores que emergem de coloração laranja, com anteras e estigmas azuis, em forma de flecha. As inflorescências são muito duráveis e largamente utilizadas como flor-de-corte. A flor multiplica-se por sementes, mas principalmente por divisão das touceiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *