Dichorisandra thyrsiflora

Dichorisandra thyrsiflora

Encontrada em estado silvestre, nas capoeiras úmidas a partir do sopé da Cordilheira de Salamanca, em Costa Rica, até a Serra do Mar, na região Sudeste do Brasil, estendendo-se até o Paraguai e norte da Argentina. Cresce encostada nos troncos das árvores, chamando a atenção pos causa dos cachos florais de cor violeta.
É fácil de multiplicar através de estacas, portanto, é uma boa solução para situações sombreadas em regiões livres de geadas. Quando combinada com espécies que florescem em tons de amarelo, o impacto visual é aumentado.

Autor: Raul Cânovas

Nome botânico: Dichorisandra thyrsiflora.
Nomes comuns: dicorisandra, marianinha, cana-de-macaco, cana-do-brejo, gengibre-azul, trapoeraba-azul.
Sinônimos estrangeiros: blue ginger, brazilian ginger (em inglês); ginger azul, jengibre azul (em espanhol); gingembre bleu (em francês); zenzero blu (em italiano).
Família: Commelinaceae.
Características: arbusto de folhas largas.
Porte: cresce até 3 m. Em áreas ensolaradas seu aspecto é menor.
Fenologia: outono e possivelmente outras vezes no ano.
Cor da Flor: violeta, com o centro amarelo.
Cor da folhagem: verde-escura.
Origem: América Central e norte da América do Sul, principalmente na Mata Atlântica Brasileira.
Clima: tropical / subtropical (não toleram geadas fortes).
Luminosidade: pleno sol ou meia-sombra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *