Dicas para salvar uma planta que está morrendo!

As plantas têm o poder de trazer vida, leveza e alegria para
um ambiente, mas assim como os seres humanos, elas adoecem e tem os seus
“dias ruins”. Dependendo do quadro que ela estiver é possível salvar
uma planta que estiver morrendo com algumas dicas simples e eficientes.

TIRE AS PARTES DANIFICADAS

Para avaliar com clareza a situação da sua plantinha é
importante retirar todas as folhas e flores que estão mais danificadas, pois
elas acabam absorvendo muitos nutrientes saudáveis com o intuito de se
recuperar e isso pode acabar matando a planta por inteiro.

TROQUE O VASO

Parece bobo, mas trocar a sua planta para um vaso novo pode
fazer muita diferença, mas é importante que seja um vaso mais espaçoso que o
anterior, principalmente na largura, assim as raízes podem crescer mais fortes
e saudáveis.

ABUDE SEMPRE!

Se não comermos comida saudável ficamos doentes, não é? O
mesmo ocorre com as plantas! Procure nutri-las com adubo o mais natural
possível, entre as opções para potencializar a nutrição estão borra de café,
casca de ovo e frutas. Assim sua planta vai ficar cada dia mais forte e
saudável!

SOL E REGA NA MEDIDA

Você deve ficar atento à espécie que possui, qual a
quantidade necessária de sol e de água. Exagerar para compensar falta de água
ou de sol não fará bem para ela, uma vez que os horários e quantidades de água
precisam ser respeitados, caso contrário ela poderá ter suas raízes apodrecidas
ou ressecar demais.

DE OLHO NAS PRAGAS

Eis uma das causas de doenças mais frequentes nas plantas,
pois as pragas se alimentam dos nutrientes existentes nas plantas. Variações
térmicas, sol ou água em excesso, usa de tesouras sem esterilização e lixo
próximo podem abrir caminhos para a proliferação de cochonilhas, pulgões,
formigas, caracóis e outros insetos.

Acompanhar o desenvolvimento da sua planta é
fundamental, só assim você conseguirá observar os indícios e atacar a causa
antes de maiores problemas ou danos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *