Dicas para plantas cultivadas em vasos

Cultivar plantas em vasos é algo bastante comum, mas requer alguns cuidados necessários ao bom desenvolvimento da espécie. Vasos de plástico, por exemplo, não podem permanecer muito tempo no sol, pois esquentam e transferem o calor para a planta, podendo sufocá-la.

Vasos de cerâmica são ideais porque ajudam na transpiração das raízes
Crédito: sxc.hu

Confira algumas sugestões sobre tipos de vasos e o modo ideal de montagem para receber a planta.

Vasos de fibra de Coco – Indicado para samambaias, renda portuguesa e orquídeas, plantas de clima tropical e que requerem mais umidade. Antes do uso, é recomendado deixá-lo dentro da água por cerca de 15 dias. A fibra de coco contém potássio, cálcio, magnésio, ferro e fósforo. É o substituto do xaxim.

Vasos plásticos – Podem receber a maior parte das espécies, mas são ideais para plantas de pequeno porte que não necessitam de transferência para vasos maiores.

Vasos de barro ou cimento – Este tipo de vaso é o mais indicado, pois mantêm a umidade das plantas e permite que elas transpirem com mais facilidade.

Dicas de como montar um vaso

Todo vaso deve ter furos no fundo para a drenagem da água.
– No fundo do vaso, coloque uma camada de pedras ou argila expandida;
– Sobre as pedras, coloque uma camada de areia para a filtragem da água;
– Espalhe a terra;
– Coloque a planta;
– Preencha o espaço com mais terra e um acabamento: pedras decorativas, casca de árvore ou até mesmo outra planta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *