Conheça algumas pragas e doenças que podem atingir o seu gramado

Ontem falamos aqui em cultivar um gramado de causar inveja. Mesmo que indesejados, alguns problemas podem aparecer durante este processo. Selecionamos aqui alguns tipos de pragas e doenças que podem afetar o bom desenvolvimento da grama.

Pulgões:
se no seu gramado aparecerem manchas de cor escura, parecendo fuligem, o seu problema pode ser este. Ele suga a seiva da planta, e gostam de atacar principalmente as folhas novas, por elas serem mais tenras. Uma possível solução, caso o dano não seja tão grande, é aplicar uma calda de fumo, que funciona como repelente, ou até mesmo um inseticida químico, que vai eliminar a população destes insetos.

FOTO: Pulgões

Rhizoctonia solani: flocos de manchas brancas e algumas áreas do gramado secando podem ser culpa deste fungo. Para o tratamento existem alternativas menos agressivas que os fungicidas, uma delas é o fosfito de potássio (Fitofós K), os biofertilizantes e os bioprotetores, como o Biotrich, que age paralisando o fungo. Caso opte pelo controle químico o produto registrado no Ministério da Agricultura para esta finalidade chama-se Daconil BR.

FOTO: Rhizoctonia solani

Gramado amarelo: O aspecto amarelo do gramado geralmente é reflexo da deficiência de nitrogênio (N). A solução indicada é a aplicação de uréia. Faça duas aplicações mensais com uma dose de 15 g/m², em poucos dias o gramado deve adquirir um verde intenso. Alguns cuidados a serem observados: aplique a uréia nas horas mais frescas do dia e preferencialmente logo após uma chuva para evitar a volatilização do produto.

FOTO: gramado amarelado | globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *