Conheça a planta lambari

Conheça a planta lambari

Você que adora jardinagem, já pensou em ter um lambari no seu jardim? Não, não viemos falar sobre peixes, mas sim sobre a Tradescantia zebrina, uma herbácea perene que leva o nome de um dos animais mais conhecidos dos rios brasileiros. Ela é uma planta muito rústica e com folhagem suculenta. Também é conhecida popularmente como trapoeraba-zebra e trapoeraba-roxa.

As suas folhas são lindas para decoração. Elas possuem um formato oval, são brilhantes e têm uma coloração verde escura, sendo duas listras prateadas na parte superior e toda arroxeada na face inferior.

Cuidados com a planta lambari

O lambari é uma boa opção para quem mora em locais com temperaturas altas e umidade. No entanto, também consegue se bem em regiões com outros climas, como equatorial e subtropical.

Na hora de plantar, essa é uma plantinha que você não precisa se preocupar com a luminosidade: ela pode ser cultivada em meia sombra, sob a luz difusa ou na própria sombra mesmo. Só não deixe exposta totalmente a luz, pois o sol pode queimar as folhas.

Onde plantar Tradescantia zebrina

Pela sua fácil adaptação à sombra e por ser de pequeno porte, essa planta é uma excelente escolha para ser plantada embaixo da copa de árvores ou áreas menos iluminadas do jardim. Mas se você não tem um espaço verdinho ou mora em apartamento, o plantio em vasos fica muito legal. Deixe a planta perto de uma janela e deixe-a embelezar o seu lar.

O que você achou da Trasdecantia zebrina ou lambari? Se você ficou com alguma dúvida sobre o seu cultivo, coloque-a nos comentários!

Até a próxima!

Um comentário
    1. Olá, Adilson. Esta planta possui altos níveis de oxalato de cálcio e pode causar problemas na digestão, quando consumida. Há relatos de pessoas que consomem, porém 2 ou 3 folhas apenas, misturadas com outras folhas, como salada, ou batidas com limão em sucos verdes.

      Vânia Angeli, Engenheira Agrônoma

  1. Bom dia. A planta lambari pode ser plantada com frutíferas nos vasos ? Ela compete ou é tóxica nesse caso? Obrigada

    1. Olá! Ela pode ser plantada nos mesmos vasos de outras plantas que, assim como as frutíferas, apresentam o porte arbóreo. Como ela é uma planta rasteira, forma a forração do vaso, sem prejudicar a outra planta. Porém, elas irão “competir” pelos recursos de água e nutrientes. Neste caso, lembre-se de adubar o vaso a cada 3 meses, regando sempre para atender a demanda de ambas as plantas. Como o vaso estará coberto ficará mais difícil ver se a terra está seca ou úmida, então é fundamental que o vaso tenha furo embaixo, para drenar o excesso de água. Regue pelo menos a cada dois dias e caso as folhas fiquem murchas, passe a regar diariamente, direto na terra.

      Esperamos ter ajudado!
      Um abraço,
      Equipe Jardim das Ideias STIHL
      *colaborou com a resposta a engenheira agrônoma Vânia Chassot Angeli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *