Como limpar as folhas das plantas

Essa é uma dúvida muito
comum entre os jardineiros de primeira viagem: como limpar as folhas das
plantas? Parece fácil, e até inúmeras receitas circulam por aí, mas nem todas elas
fazem bem para as espécies – podendo até prejudicar o aspecto e o seu
desenvolvimento. Para que você não cometa erros, preparamos uma série de dicas
que explica melhor como você pode manter suas plantas com uma aparência cheia
de frescor. Espie!

 

Muita gente confunde
limpeza das folhas com rega e acaba se excedendo na irrigação. No entanto, isso
é um grande erro, pois bem sabemos que rega em excesso pode matar as
plantinhas.

 

Para garantir uma
aparência exuberante, é essencial que as folhas estejam sempre livre de
qualquer tipo de poeira. A maioria das folhas não têm muitos estômatos (pequenos
buracos por onde a planta troca gás carbônico por oxigênio, e vice-versa) na
face superior. Por isso que apenas uma camada de poeira já tem o poder de
reduzir a absorção de luz, para evitar isso elas devem ser cuidadosamente
limpas no verso e reverso.

 


No caso de grandes
folhas cerosas ou brilhantes, é recomendado que a limpeza seja feita com uma
esponja embebida numa solução de água fria com algumas gotas de detergente
biodegradável. Em hipótese alguma, use cerveja, leite, vinagre, óleo de soja,
amendoim ou oliva para limpar ou dar-lhes brilho.

 

Para as folhas aveludadas dos cactos, das suculentas e de outras espécies
como violetas, escove-as cuidadosamente com uma escova de cerdas macias. Já as
plantas de folhas pequenas, ou em grande quantidade como algumas espécies de
samambaias, devem ser limpas apenas com a pulverização de água sobre suas
folhas.

 


E aí, aprendeu? Se você ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário
aqui embaixo 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *