Como escolher plantas saudáveis na hora da compra

Quando vamos a um horto ou uma floricultura nos deparamos com uma
grande variedade de plantas, folhagens e flores. Ficamos tão encantados que por
vezes nem reparamos que algumas espécies podem não estar assim tão saudáveis, o
que depois pode prejudicar sua existência quando levamos para casa. Por isso,
devemos respirar fundo, não nos deixarmos levar pela empolgação e saber
analisar bem se aquela plantinha é realmente saudável para comprarmos.


Como fungos e vírus em fase inicial não dão muito sinais aparente,
fica difícil perceber para quem não trabalha com essa área. Por isso antes de escolher a
planta, você deve procurar por sinais de doença. Nem sempre uma aparência
bonita é sinônimo de planta saudável, alguns sinais não são muito perceptíveis.
Muitas plantas desenvolvem manchas
necrosadas nos caules e folhas, as flores caem ainda em botão, ou contam com a
presença de insetos.


Uma dica
fundamental é reparar se a planta não carrega cochonilhas. Para isso, olhe nas
nervuras e embaixo das folhas, detectando se não há pequenos pontos, muitas
vezes ainda verdes. As 
cochonilhas na fase
inicial podem determinar no fracasso do cultivo da muda se não houver
tratamento, e também na disseminação dessa praga pelo seu jardim. Manchas pretas que
saem nas mãos podem ser fumagina, um fungo que se desenvolve sobre a seiva da
planta expelida pelas cochonilhas.

 


Quando for comprar plantas, cuide para não adquirir plantas
com folhas amarelas ou ramos secando sem causa aparente, porque isso pode ser
um sinal da presença de insetos, como ácaros e nematoides. Mas isso pode ainda
ser causado, pela falta de nutrientes, o que mostra que
a muda não foi bem alimentada no viveiro de produção.


Mas aqui vai uma dica preciosa:
no inverno muitas
plantas ficam com a folhagem amarelada, que acabam por cair, sendo trocada por
novas folhas na primavera, procure informar-se junto ao vendedor para não
cometer enganos.


Com essas informações em mãos, fica mais fácil de acertar na hora
da compra, não é mesmo? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *