Como cultivar a ervilha de cheiro (Lathyrus odoratus)

Trepadeira anual de inverno, a ervilha de cheiro possui flores vistosas e muito perfumadas que formam lindos maciços ou bordaduras. As cores são variadas, com degrades e combinações entre o azul, branco, amarelo, laranja, rosa e vermelho. Logo após a polinização, a planta forma vagens curtas, com sementes semelhantes a ervilhas, porém venenosas.

A espécie também é indicada para trepadeiras de pequenos suportes, podendo ser apoiada em treliças ou cercas. Sua altura não ultrapassa dois metros. A floração ocorre na primavera e no verão e os ramos podem ser colhidos para formar buquês e arranjos florais.

Ervilha-de-cheiro / Crédito www.jardimflorido.com

A ervilha de cheiro precisa ser cultivada em solo fértil, drenável e enriquecido com matéria orgânica. Condições de sol: pleno. A planta aprecia temperaturas amenas, mas desenvolve-se melhor em clima subtropical e mediterrâneo. Não tolera muito calor ou muito frio, especialmente com geadas.

Multiplica-se facilmente por sementes. A adubação freqüente estimula floração intensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *