Como cortar cercas-vivas

Além do efeito decorativo as cercas-vivas têm outras duas funções no paisagismo: delimitar espaços e proteger. Para uma boa apresentação e também para obter a forma desejada as plantas devem ser cortadas. Até que a cerca-viva atinja a altura desejada rebento principal deve ficar intacto, sendo podados apenas os rebentos restantes. O formato ideal da poda é o de trapézio – onde a base deve ficar com mais largura que o topo – observando também que a base deve sempre receber luz solar.

Deve-se respeitar as épocas de poda de cada tipo de planta. Arbustos que florescem no verão devem ser podados no inverno, durante o período de repouso da vegetação. Arbustos perenes ou de agulha são podados na primavera. Feita da forma correta e no período ideal as podas fortificam e estimulam o crescimento das cercas-vivas.
Confira nas imagens as dicas para que a poda de sua cerca-viva ocorra sem problemas:

O primeiro passo é cortar os lados do arbusto com um movimento arqueado usando os dois lados do podador.

Ao cortar o topo do arbusto, a lâmina de corte deve ser colocada de forma horizontal, em ângulo de 0° a 10°.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *