Como combater os tripes

Cuidar de uma plantinha exige muita
dedicação, não é mesmo? Mas também um bom olho para identificar possíveis
pragas que estejam prejudicando o desenvolvimento das nossas espécies. Até
porque muitos insetos são pequenos, e só perceptíveis quando a planta apresenta
os sintomas, como é o caso dos tripes. Se suas plantas apresentam alguns destes
sintomas: folhas pálidas, manchadas, com tonalidade bronzeada ou prateada,
brotos retorcidos, flores e frutos feios com cicatrizes, você precisa continuar
a ler este post.

 


Os
tripes são insetos com corpo estreito e alongado, e dois pares de asas
franjadas, apesar de não serem especialistas em voar. No entanto, não é
possível caracterizá-los em questão de cor, já que existem espécies em
diferentes tonalidades. A maioria deles
são fitófagos, ou seja, se alimentam das plantas. Na horta, os tomates, as
cucurbitáceas, os morangos e as cebolas são as principais vítimas.

 


Os
tripes costumam infestar os jardins em períodos quentes e de seca, ou seja, é
preciso redobrar os cuidados durante o verão. Para
que você possa proteger seu jardim, preparamos algumas dicas. Confira:

 

– Crie
o hábito de fazer uma inspeção regular das plantas à procura de pragas e
doenças. Uma lupa pode lhe ser bastante útil neste caso.

– Remova
restos de podas, principalmente das aparas do gramado.

– Faça
sempre rotação das culturas em sua horta.

– Para
o controle biológico dos tripes, você pode utilizar parasitas como vespas (Megaphragma mymaripenne e Thripobius semiluteus) predadores como percevejos (Orius spp,Macrotracheliella spp),
crisopídeos (Chrysoperla spp), ácaros
predadores (Amblyseius spp eEuseius) e
joaninhas (Hippodamia convergens).

– É
bom esclarecer que o uso de inseticida não é muito efetivo contra os tripes. Nos
jardins, os inseticidas piretróides, óleo de neem, calda de fumo e calda de
sabão ajudam no controle.

 


Esperamos
que com essas dicas você possa manter essa praga longe do seu jardim. E se você
ficou com alguma dúvida não hesite em comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *