Clima - Parte I

Diferente de nós, seres humanos e, do reino animal, as plantas não possuem um sistema nervoso que lhes permitam sofrer dores ou gozar de emoções; no entanto, dependentes de: temperatura, luz solar, umidade, gravidade e também de outros vegetais associados à fauna, poderão usufruir sensações prazerosas ou, no caso de desequilíbrio climático, tormentos que causarão murchamentos e até morte.

Os animais contam com a vantagem de poder andar e emigrar tentando novos espaços, mais pródigos de alimentação e menos rigorosos com a temperatura. Mas o mundo vegetal, quieto e silencioso, precisou resignar-se, ano após ano, com as secas, o frio e o sol quase ausente naquelas regiões mais próximas dos pólos.

Assim, após milhões de anos o mundo vegetal encontrou para cada um de seus membros um pedaço de terra propícia para viver. Porém, com uma freqüência maior do que gostaria, vejo plantar nos jardins espécies totalmente inadequadas a nosso clima: Trachycarpus fortunei aliado a um paisagismo artificial, em plena praia de Mangaratiba/RJ, desperdiçando sua roupagem de fibras que o protegia das estiagens geladas de sua China natal.

Kaizukas abandonadas a sua própria sorte, em espaços sombreados por infinitos prédios em plena Fortaleza – uma cidade cuja temperatura eleva-se, cada vez mais, por causa de seu desenvolvimento irrefreável. Imagine o padecimento da condenada conífera que por sua própria natureza é ávida de sol e de frio.

Imaginou? Pois seja paciente porque as incongruências não acabam aí. Veja o destino do bambú-mossô, prisioneiro, na maioria das vezes, a um vaso arrinconado, em um canto de uma sala. Isto para gramínea é fatal, mais do que fatal, insultante.

E as nossas jabuticabeiras? Desidratadas e raquíticas, dentro de ridículos cachepôs, em terraços altos expostos ao vento e a poeira.

A relação seria enorme e também cansativa, por isso paro por aqui, mas com uma condição, caros amantes da natureza, usem as espécies respeitando o histórico de cada uma delas e, por falar em respeito, não esqueça de reverenciar sua região, seguramente nela irá encontrar um montão de árvores, palmeiras e outras plantas, cheias de virtudes para seus jardins.

Nos próximos dias, serão postados conteúdos sobre os fatores relevantes para a sobrevivência das plantas como:

1. CLIMA E MICROCLIMA: VENTOS, CHUVAS E TEMPERATURA

2. ÁGUA

3. CARACTERÍSTICAS GEOGRÁFICAS DO BRASIL

4. VENTOS

5. CLIMA E VEGETAÇÃO
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *