Camélia: como cultivar e cuidar

Camélia: como cultivar e cuidar

Quando pensamos em um arbusto sinônimo de beleza e elegância, é impossível não pensar na camélia, cientificamente chamada Camellia. Seja pelas flores vistosas e coloridas ou pelas folhagens verdes brilhantes com bordas serrilhadas, essa planta é capaz de encher de cor e vida qualquer ambiente. Por isso, se você quiser saber um pouco mais sobre a camélia e, quem sabe, cultivá-la em seu jardim, continue lendo o post.

Camellia

Branca, vermelha ou rosácea, a camélia possui uma ampla variedade de cores e pertence à família Theaceae. Embora se adapte ao clima quente, sua floração costuma acontecer no outono e no inverno. É originária do Japão, Coreia e China e se trata de um arbusto perene, ou seja, não perde suas folhas ao longo do ano, mesmo em épocas de seca. Pode chegar a 1,80 metros de altura quando plantada em vasos e a 2,5 metros de altura se plantada diretamente no solo. Ela costuma se adaptar bem ao clima do Brasil, porém é preciso mantê-la em um local mais úmido e longe da incidência de sol.

Como plantar?

Se você optar por plantá-la em um vaso, coloque algumas pedrinhas no fundo e preencha com substrato para plantas. Se preferir plantar a camélia diretamente no solo, o ideal é fazer uma abertura de 60 centímetros de profundidade por 60 centímetros de diâmetro e misturar a terra com o substrato. Uma dica importante: logo após o plantio – nas duas primeiras semanas –, regue o solo a cada dois dias até encharcar.

Quais os cuidados que ela precisa?

A camélia prefere luz indireta. Por isso, no momento de plantá-la, escolha um local com mais sombra. No verão, ela precisa de mais regas e o ideal é regá-la três vezes por semana. Já no inverno, duas regas por semana são suficientes. Lembre-se: a quantidade certa de água é aquela que deixa o solo úmido e não encharcado.

Quanto à adubação, o ideal é usar adubo foliar a cada três meses. Para isso, basta diluir em água e borrifar na folhagem. Esse tipo de adubo é uma boa opção, pois além de nutrir, também hidrata a planta.

Preciso podar a camélia?

Sim, porém como seu crescimento é lento, ela não exige grandes podas. Basta apenas remover os galhos mortos ou enfraquecidos para melhorar a saúde da planta. A poda deve ser feita logo após a floração. Além disso, não é necessário transplantá-la.

Gostou de saber um pouco mais sobre essa linda planta? Não se esqueça de curtir e compartilhar. Até mais!

Um comentário
  1. Muito bom e importante para crescimento e conhecimento.

    1. Olá, Fernando! Ficamos felizes com o seu feedback, muito obrigada! Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *